Fiec debate setor da mineração no Ceará

Posted on

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) sedia, nesta sexta-feira (4), no auditório Luiz Esteves, de 8h30min às 18h, o IV Encontro de Mineração do Estado do Ceará. O fiecevento é uma realização da Câmara Setorial Mineral, do Sindicato das Indústrias de Mármores e Granitos do Estado do Ceará (Simagran), do Sindbebidas, do Sindbrita, do Sindcerâmica e do Sindminerais.

De acordo com o presidente do Simagran, Carlos Rubens de Alencar, o ponto alto do evento será a apresentação da Agenda do Setor Mineral, na qual os empresários e profissionais da mineração apresentam os principais eixos, estratégias e indicadores desta atividade que congrega cerca de 1000 empresas e gera aproximadamente 50.000 empregos diretos, além de contribuir anualmente com aproximadamente R$ 100 milhões na arrecadação direta do ICMS do Estado e ainda cerca de R$ 5 milhões no tocante a CFEM (Contribuição Financeira sobre a Extração Mineral). Entre os temas a serem discutidos, estarão também a política mineral no Brasil, Projeto Itataia, petróleo e gás no Ceará, minerais industriais no Ceará e conhecimento geológico e a tecnologia mineral.

Sobre o setor da mineração no Ceará

Alguns dos segmentos da mineração vêm tendo importante crescimento, como, por exemplo, o setor das rochas ornamentais (granitos e mármores). Francamente exportador, esse setor apresentou, neste primeiro semestre, crescimento de 51% das exportações do Ceará, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Atualmente o Ceará é a principal fronteira dos granitos superexóticos, quartzitos e limestones do Brasil, e isto vem atraindo a atenção da empresas do país e dos países consumidores. Prova disso foi a Fortaleza Brazil Stone Fair, que aconteceu em maior deste ano, no Centro de Eventos, com grande repercussão na cadeia produtiva. O evento passará a fazer parte do calendário mundial do setor de mármores e granitos e terá sua segunda edição, no próximo ano, de 31 de maio a 03 de junho.

O Ceará tem hoje a segunda maior capacidade de beneficiamento de granitos e mármores instalada, destacando-se como o terceiro maior exportador do país, devendo atingir até 2020 aproximadamente US$ 150 milhões de dólares em exportações anuais, o que irá conferir a este segmento uma participação bastante importante na economia do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.