Acordo fortalece pesquisa espacial no Maranhão

Posted on Updated on

Da Universidade Federal do Maranhão:

A reitora Nair Portela; o comandante do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), Luciano Valentim Rechiuti; o diretor geral do Departamento Ciência e Tecnologia Aeroespacial, o Tenente-Brigadeiro do Ar, Carlos Augusto Amaral Oliveira; o reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Anderson Ribeiro Correia; e o deputado federal José Reinaldo assinaram o convênio de implantação do curso de Engenharia Aeroespacial na Universidade Federal do Maranhão. (…)

UFMA, ITA e CLA se unem em uma parceria técnica que possibilitará suporte acadêmico e infraestrutura espacial para a formação de profissionais altamente capacitados para o setor aeroespacial, em pesquisas, lançamentos, rastreio de veículos espaciais e coleta e processamento de dados. Como ação imediata, o curso de Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT) representaria o primeiro ciclo da implantação do curso de Engenharia Aeroespacial. O segundo ciclo será fomentado pelos professores da UFMA e ITA, com apoio técnico do CLA.

Para a reitora Nair Portela, o convênio é um marco histórico para o estado do Maranhão e o programa aeroespacial brasileiro. “É uma alegria muito grande estarmos escrevendo essa página da história maranhense. “Quando eu, recém chegada ao cargo de reitora da universidade, recebi essa proposta grandiosa, aceitei de pronto, com a certeza de que todos iriam apoiar. Levamos o debate do projeto aos cursos de Engenharia e nossos parceiros da universidade e a proposta foi aceita por unanimidade”, pontuou.

O reitor do ITA, Anderson Correia, ressaltou a inovação que ocorrerá com o novo curso. “O curso será voltado para o lançamento de foguetes e rastreio, então é algo inédito para o Brasil. Agradeço a todos pelo esforço, pois algo dessa magnitude só pode ser feito em equipe”, destacou. O comandante do CLA complementou mencionando a participação conjunta do Centro de Lançamento, da UFMA e do ITA para o desenvolvimento do programa espacial brasileiro: “A ideia é com a consolidação do Centro Espacial de Alcântara e essa iniciativa, trazer conhecimento, formar profissionais e fixar esse pessoal aqui”.

*** *** ***

A matéria completa está aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *