Ceará amplia estoque de empregos

Posted on Updated on

O Estado do Ceará registrou em janeiro último expansão do estoque de emprego formal. A informação está no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em dados divulgados no início de março. O total de vínculos com anotação na carteira profissional chegou a 1,13 milhão de pessoas, com o acréscimo de 1.653 postos de trabalho neste início de 2018. Esse resultado relativo às relações empregatícias decorreu de 34.890 admissões e de 33.237 desligamentos. Considerando os últimos doze meses, houve acréscimo de 5.853 empregos.

O dado representa o segundo melhor saldo do Nordeste para o período, atrás somente do apresentado pela Bahia (5.547). Destacam-se, ainda, as 4.251 vagas de emprego em Quixeramobim – melhor saldo por município para o Estado e o terceiro do País.

Conforme os números do Caged, o principal responsável pelo resultado foi o setor da indústria de transformação, que registrou ampliação de 4.252 novos empregos, principalmente no subsetor da indústria calçadista (4.058). Os outros setores que também apresentaram saldos positivos foram os de serviços (579) e extrativa mineral (32). Os demais subsetores registram saldos negativos, principalmente o setor de comércio, que registrou uma redução de 2.383 vagas de empregos.