Maranhão: educação profissional

Posted on Updated on

A partir deste mês, mais de 6 mil pessoas presas, familiares, egressos e servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão spoderão fazer cursos profissionalizantes do Senac. O benefício está sendo garantido por Convênio entre o Senac e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, responsável pela oferta dos cursos que compõem o Programa Rumo Certo, do Governo Estadual. Além do Senac, também participam do convênio o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e Instituto Estadual do Maranhão.

Serão ofertadas 6.856 vagas distribuídas em 294 turmas em São Luís, Imperatriz, Caxias, Bacabal, Santa Inês, Balsas e Timon, municípios onde o Senac mantém unidades educacionais. Os cursos, com cargas horárias de 20h a 160h, têm previsão de início no próximo dia 23. Entre eles, Corte e Costura, Bolos e Doces Regionais, Chocolataria Básica, Corte de Cabelo Masculino e Técnicas de Barbear, Cozinha Básica, Culinária Regional, Frentista, Salgados para Festas, Preparação de Pães e Pizzas, Básico de Manicura e Pedicura, totalizando 24 cursos.

Para o secretário estadual de Administração Penitenciária, Murilo Andrade, o propósito maior do Programa Rumo Certo é possibilitar condições de reinserção das pessoas presas no mercado de trabalho.

Inédito no Maranhão, o Programa Rumo Certo pretende ampliar as oportunidades de formação e qualificação de mão de obra, oferecendo cursos de capacitação profissional, alfabetização, pós-graduação e preparatório para vestibulares, totalmente gratuitos, no âmbito do sistema carcerário maranhense. O programa contará com um moderno estúdio, onde todas as aulas serão gravadas e transmitidas pelas centrais de informática instaladas, inicialmente, em oito unidades prisionais da capital e 18 no interior, na modalidade de ensino a distância. As aulas também serão presenciais, nas salas de aula das mais de 40 unidades prisionais da capital e também do interior do estado.

Deixe uma resposta