Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, do Sebrae, traz novidades para 2018

Posted on Updated on

Dar projeção internacional, diversificando o mercado e, consequentemente, facilitando o aumento no volume e qualidade das exportações do Nordeste. Esses são os principais objetivos do Encontro Internacional de Negócios do Nordeste que será realizado de 12 a 14 de novembro deste ano e chega à 20ª edição, retornando a Fortaleza onde foi inicialmente realizado.

Aberto às empresas que querem colocar seus produtos no mercado externo, o EINNE integra o circuito dos grandes eventos empresariais do país e, nesta edição, vai reunir empresas das áreas de Alimentos e Bebidas (cachaça, doces, chocolates, sucos, água de coco) Orgânicos e Comércio Justo (café e chás, polpa de frutas, frutas, mel, própolis, castanha); Cosméticos (cremes de beleza e cremes nutritivos, perfumes e águas de colônia, loções tônicas cosméticos capilares e sabonetes) e Moda (infantil, praia, fitness e íntima).

Idealizado pelo Sebrae Ceará e realizado desde 1996, o Encontro de 2018 foi lançado oficialmente, no Sebrae Ceará, com representações da presença da Câmara de Comércio Ítalo-Brasileira – Região Nordeste. O EINNE tem como parceiros locais como a Adece, Sistema Fiec com seus Sindicatos, o BNB, e a própria CTCOMEX & IE- Câmara Temática de Comércio Exterior e Investimentos Estrangeiros.

Apontado como de importância fundamental na manutenção e estímulo ao comércio entre os estados da Região e países convidados, principalmente os integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o evento contará, nesta edição, com atrações como o Salão do Importador e deve consolidar o processo de qualificação das pequenas empresas nordestinas para a internacionalização de seus produtos.

E a ideia do evento é que o Sebrae atue como facilitador na aproximação comercial entre as pequenas empresas participantes e compradores de todo o mundo. Além disso, a instituição ainda auxilia o empresário no processo de amadurecimento e preparação para exportação, o que vai desde o auxílio na capacitação e planejamento para exportar, como também, no aumento da competitividade dos negócios atendidos.

Deixe uma resposta