Fortaleza apresenta na Tailândia dados sobre controle do trânsito

Posted on Updated on

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), está apresentando na Tailândia avanços da gestão nas políticas de prevenção de acidentes e segurança viária. E fez palestra, nesta segunda-feira (5.11), em Bangkok, na Tailândia, no primeiro dia da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018), quando apresentou os resultados das políticas públicas implantadas na Capital cearense para ampliar a segurança viária e reduzir o número de mortes e sequelas no trânsito.

Pelos dados apresentados, desde o início da implantação dessas políticas, há quatro anos, Fortaleza já reduziu em 35% o números de vítimas fatais no trânsito e, pelo terceiro ano consecutivo, o número de mortes ficou abaixo de 300 mortes por ano.

Fortaleza passou de 377 mortes no trânsito por ano, registradas em 2014, para 256 que foi o número de vítimas fatais por acidentes de trânsito registrado em 2017.

Atualmente, a Capital cearense aparece como estudo de caso em trabalhos como os da Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos, a principal escola de saúde pública do mundo, além de parcerias com instituições internacionais como a Fundação Bloomberg, de Nova Iorque.

As três principais ações da Prefeitura de Fortaleza nesta área que tem garantido esse desempenho, foram investimentos no sistema público de transporte coletivo, ações de educação, além de melhorias na infraestrutura cicloviária e ações de segurança e conforto de pedestres.

“Destacamos a importância desse convite da Organização Mundial da Saúde para a nossa participação porque, hoje, essa questão da segurança no trânsito já é um grave problema de saúde pública e é bom saber que estamos ajudando na busca de soluções. Por isso é importante essa troca de experiências, com uma visão multilateral como tivemos, com a realidade chinesa e da Indonésia”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio, destacando, ainda, a importância de Fortaleza ter sido premiada com uma campanha educativa de prevenção aos acidentes de trânsito.

A conferência também está servindo para que o prefeito Roberto Cláudio renove parcerias com a OMS e Fundação Bloomberg para que Fortaleza continue avançando na segurança viária e na prevenção de acidentes e promoção da saúde.

O painel em que participou o prefeito Roberto Claudio tratava de ações multissetoriais para promoção da saúde e contou, também, com a participação do professor Adnan Hyder, da Universidade George Washington, dos Estados Unidos, da diretora do Programa de Segurança Viária para a Asia, Jessica Truong, e da ministra de Proteção à Criança e à Mulher da Indonésia, Johana Ernawati.

A conferência, organizada pelo Ministério da Saúde Pública da Tailândia e copatrocinada pela Organização Mundial de Saúde (OMS); Instituto Nacional de Medicina de Emergência (NIEM) e a Fundação de Promoção da Saúde da Tailândia e busca cumprir uma agenda inspirada nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

A 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Saúde no Trânsito (Safety 2018) reúne cerca de 1.000 pesquisadores, profissionais, políticos, apoiadores e formuladores de políticas de saúde pública no campo da prevenção da violência e lesões no sistema viário, conforme as metas de desenvolvimento sustentável proclamadas pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.