Projeto facilita desativação de trechos ferroviários inativos

Posted on Updated on

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou projeto que trata da desativação ou erradicação de trechos ferroviários de tráfego inexpressivo e não passíveis de arrendamento ou concessão.

A proposta foi aprovada como substitutivo apresentado pelo relator, deputado Jaime Martins (Pros-MG) e diz que a União fica autorizada a desativar esses trechos desde que haja alternativa de transporte para os usuários. Já a erradicação dependerá, como determinava o projeto original, de prévia autorização do Congresso Nacional.

“Entendo que podem e devem ser tratadas de forma separada as hipóteses de desativação ou de erradicação de trechos ferroviários”, explicou Jaime Martins. “Diferentemente da desativação, quando se fala em erradicação de trechos ferroviários antieconômicos ou de tráfego inexpressivo as consequências podem ser definitivas ou, no mínimo, de difícil reversão.”

As alterações são introduzidas na Lei 12.379/11, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Viação. O substitutivo também determina que a União poderá alienar os bens decorrentes da desativação ou erradicação dos trechos ferroviários de tráfego inexpressivo.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe uma resposta