Índices da construção civil apontam expectativas positivas no Ceará, diz Fiec

Posted on Updated on

Apesar de os principais indicadores do setor da construção cearense apresentarem queda em dezembro, as expectativas dos industriais são de recuperação e crescimento da indústria ao longo de 2019, de acordo com a Sondagem da Construção elaborada pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A atividade do setor de construção civil cearense registrou contração em dezembro, seguindo a sazonalidade setorial. Desse modo, o nível de atividade do setor se situou em patamar baixo do usual para o mês, embora a utilização da capacidade de operação apresentou uma melhora de oito pontos percentuais, alcançando 65% de utilização em dezembro. Por fim, houve diminuição no quadro de funcionários do setor no período.

Por outro lado, as expectativas são consideradas otimistas para 2019. As projeções sinalizam cenário forte de crescimento para o nível de atividade, realização de novos empreendimentos e serviços, compra de matérias-primas e insumos e para o número de empregados alocados no setor, o qual atingiu o maior valor observado em toda a série histórica (iniciada em outubro de 2014).

Por último, a intenção de investimentos do setor da construção atingiu 44,7 pontos, apresentando um leve recuo em relação ao mês anterior, mas ainda se situando acima da média histórica de 34,6 pontos (contabilizada desde outubro de 2014). Apesar de não ter alcançando os patamares anteriores à crise de 2014, o registro reflete forte intenção para a realização de investimentos, reforçando as expectativas de crescimento e recuperação da indústria da construção civil ao longo de 2019.

Saiba mais
Observatório da Indústria da Fiec tem a missão de contribuir para o desenvolvimento industrial do Ceará por meio da geração, uso e disseminação de conhecimento especializado. Para tanto, disponibiliza plataforma com informações socioeconômicas, de mercado, tecnológicas e de comércio exterior, entre outros. O Observatório junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) formam o Sistema Fiec.

Deixe uma resposta