Acrísio destaca convivência com semiárido como um dos principais desafios da política ambiental do Ceará

Posted on Updated on

O deputado estadual Acrísio Sena (PT), presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Ceará, citou os principais desafios a serem enfrentados pelo Estado nesta área. “A convivência com o semiárido é uma tarefa árdua, posto que o Ceará tem 93% do seu território inserido nesta condição. Mas é possível, com o estímulo à políticas que priorizem o ser humano, valorizem nossa vegetação, nossa agricultura e pecuária tradicionais e promovam a segurança hídrica”, afirmou.

Ele registrou um mês da tragédia de Brumadinho e três anos do rompimento da barragem de Mariana. “Por sorte, ao contrário do governo federal, o Ceará tem um ambientalista, Camilo Santana,que é funcionário do Ibama, e um secretário, Artur Bruno, professor de geografia e ex-deputado, que vêm dando o exemplo a todo país de como tratar a questão ambiental com respeito e bom senso”, ressaltou.

Segundo o parlamentar, o maior desafio hoje é a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, já que ainda existem mais de 300 lixões no Estado. “É preciso que desde a infância a população seja educada para compreender que 60% a 70% dos resíduos sólidos – comumente chamados de lixo – são passíveis de reciclagem, o que pode gerar emprego e renda para milhares de cidadãos, como os catadores, e incrementando a economia dos municípios”, finalizou.

Deixe uma resposta