Alunos da rede pública do Ceará ganham oportunidade de aprender gratuitamente novos idiomas

Posted on Updated on

Estudantes e educadores animaram a inauguração do 11° Centro Cearense de Idiomas (CCI), na cidade de Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza. Equipamento do Governo do Ceará, a unidade conta com 575 vagas e vai atender alunos da rede pública estadual de ensino nos turnos da manhã, tarde e noite, com aulas de segunda a quinta-feira, das 9h às 20h30. O governador Camilo Santana participou da solenidade ao lado da secretária da Educação, Eliana Estrela. Dois alunos do CCI Papicu, inaugurado ano passado em Fortaleza, deram as boas-vindas em inglês e espanhol, línguas ensinadas nos centros.

Camilo Santana falou da importância de oferecer aos jovens um curso de línguas gratuito e com estrutura de qualidade. “Hoje, vi aqui dois alunos de outro Centro inaugurado ano passado já falando em outra língua, isso nos emociona. O Ceará tá apostando em um mundo moderno, conectado, e é essencial para o mercado de trabalho que as pessoas saibam falar fluentemente outra língua. Nós escolhemos essas por serem as mais faladas no mundo – o espanhol na América Latina e o inglês praticamente no mundo inteiro. Isso é dar uma oportunidade para esse jovens, principalmente nessa lógica em que estamos pensando o Ceará, como um centro de conexões aéreo, marítimo e tecnológico”, destacou o governador.

Estão previstos, inicialmente, 13 Centros Cearenses de Idiomas no Estado, com investimento superior a R$ 5,5 milhões, oriundos do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). Até o momento, já foram entregues oficialmente os CCIs de Itapipoca, Crateús, Caucaia, Juazeiro do Norte, além de seis unidades distribuídas em Fortaleza. Em todo o Estado são 10.600 vagas disponibilizadas para os estudantes.

Os cursos são organizados em módulos de estudo, podendo ser certificada a conclusão de cada módulo ou de seu conjunto. O critério para participar do curso é estar matriculado em uma escola da rede pública estadual, disse o diretor do CCI de Maranguape, Miguel Garcia, que chega com a experiência de já ter estado à frente do Centro do Papicu. Ele explica como funciona. “Aqui temos capacidade para 15 turmas de inglês e nove de espanhol. Vamos atender a estudantes de oito escolas, sendo sete de Maranguape e uma de Maracanaú. O curso completo dura três anos e cada semestre letivo tem 60 horas de aula”, disse o diretor.

Cada escola tem um número disponível de vagas para o Centro que está situado na regional (Fortaleza) ou no município sede (Interior). Também há vagas em cada Centro para os docentes e os cursos caracterizam-se como formação continuada.

Oportunidades
Cursar gratuitamente um curso de inglês ou espanhol em salas climatizadas e com toda a estrutura necessária para o aprendizado é uma oportunidade que há pouco tempo só se tinha em locais de ensino privado. Contudo, com a criação dos Centros Cearenses de Idioma os estudantes de escolas públicas no Ceará passaram a ter também.

A secretária Eliana Estrela ressaltou o trabalho que vem sendo feito pelo Governo do Ceará para dar todas as condições aos jovens cearenses. “Esse espaço é para vocês, a juventude que a gente acredita, investe e está cada vez mais próximo. O governador sempre pede para a gente ver o que pode fazer mais para vocês. Educação é a única coisa que não se pode tirar de ninguém e é nesse sentido que a gente investe, é o investimento nas pessoas. O que nos faz feliz é esse brilho no olhar de cada um. Isso faz com que a gente saiba que estamos trilhando um caminho melhor. Esse equipamento é para vocês aproveitarem. Aqui vocês terão professores renomados e qualificados. Esse Centro de Idiomas vai fazer de vocês pessoas preparadas para o mercado de trabalho e para o ingresso nas universidades”, ponderou a secretária.

Ewerton Vasconcelos é estudante do 3° ano do Ensino Médio e pretende se tornar engenheiro civil. Na visão dele, saber se comunicar em mais de um idioma pode ajudá-lo no futuro, principalmente na esfera profissional. “Podemos ver o quanto é necessário e imprescindível saber falar outro idioma. O mundo inteiro de possibilidade se abre, possibilidade de viajar, de fazer um intercâmbio, maior chance de inserção no mercado de trabalho. Por isso acredito que a inauguração desse Centro de Idiomas é apenas um passo da grande caminhada que vamos juntos realizar daqui pra frente, abrindo portas para todos nós que aqui estamos e para muitos outros que ainda vão passar por aqui”, enfatizou o jovem.

Novidades
Na inauguração, Camilo Santana anunciou mais novidades. O planejamento do governador é colocar à disposição dos estudantes mais um língua, novas vagas e experiências fora do Brasil. “Vamos enviar uma mensagem para a Assembleia Legislativa nos autorizar a oferecer um intercâmbio aos melhores alunos dos CCIs, já são 11 instalados e queremos dobrar essa quantidade. Vamos abrir também para os alunos das escolas públicas estaduais para que eles possam ir a outros países da língua inglesa e espanhola, uma oportunidade de conhecimento. É uma ação inovadora que o Estado faz. Além, disso, pretendemos incluir a língua francesa”, anunciou.

Deixe uma resposta