Esforços de transformação digital são impactados pela falta de colaboração em TI e negócios, aponta estudo

Posted on Updated on

De acordo com um novo relatório divulgado pela The Economist Intelligence Unit (EIU) – as áreas de negócio e a equipe de TI não estão alinhadas quando buscam estratégias de transformação digital. O relatório “From gatekeeper to enabler: the role of IT when digital transformation is the norm”, patrocinado pela BMC – ou “Do guardião ao facilitador: o papel da TI quando a transformação digital é a norma”, em tradução livre – mostra exemplos dessa desconexão. De acordo com a pesquisa, dois terços (66%) das empresas dos setores público e privado afirmam comprar novos softwares e soluções sem envolver as equipes de TI – uma situação que desafia a função tradicional da TI como guardiã das novas tecnologias.    A pesquisa foi realizada com executivos de Ásia-Pacífico, Europa, América Latina e América do Norte. Dentre os motivos para a falta de colaboração entre as áreas nas iniciativas de colaboração digital, estão:

  • desalinhamento dos objetivos: as áreas de negócio priorizam o crescimento da receita e a redução dos custos, e as equipes de TI priorizam a integração e a segurança;
  • pressão do tempo: 37% dos entrevistados mencionam a lentidão dos processos de aquisição conduzidos por TI como um fator que os leva a não envolver a equipe de TI no momento de compra de novas tecnologias.

No entanto, apesar de muitas empresas afirmarem ignorar as equipes de TI ao comprarem novas tecnologias, 43% dos entrevistados disseram que consideram TI responsável caso algo der errado com as iniciativas de transformação digital. E isso pode ser arriscado caso as equipes de TI não avaliem as tecnologias previamente.  Essa aparente falta de colaboração parece equivocada a princípio, dada a visão geralmente positiva dos entrevistados em relação aos benefícios da coordenação entre as equipes de TI e as áreas de negócio. Notavelmente, as empresas nas quais existe a colaboração entre as equipes estão muito mais confiantes para superar os desafios da transformação digital. 89% dos que colaboram dizem estar confiantes para superar obstáculos, em comparação com 55% dos que não colaboram. Outro fator a ser considerado quando analisamos os resultados da transformação digital é o tempo em si. Para as empresas que iniciaram suas iniciativas há um ou dois anos, 42% estão percebendo os benefícios da transformação digital. Já para as empresas que possuem iniciativas de transformação digital há 3 anos ou mais, 63% dos entrevistados afirmam perceber os benefícios. Segundo Kevin Plumberg, editor do relatório, a transformação digital não é uma jornada única e exclusiva que algumas organizações estão experimentando. Ela se tornou a norma, e as empresas nas quais as equipes de TI estão trabalhando em estreita colaboração com as áreas de negócio, em vez de em silos, estão mais bem posicionadas para gerenciar os desafios que inevitavelmente surgem”, afirma. 

Deixe uma resposta