Você sabe o que é inteligência espiritual?

Posted on Updated on

Artigo de Lucia Quintino, especialista em Liderança e terapeuta holística de carreira .

No início do século XX muito se falou sobre QI ou quociente de inteligência e foram desenvolvidos testes para poder classificar o grau de inteligência das pessoas e quanto maior o QI, maior a inteligência, dizia-se.

A inteligência intelectual é a grande responsável pelas soluções de problemas lógicos que exigem de nós a racionalidade.

Através de diversas pesquisas, na década de 90, neurocientistas e psicólogos trouxeram à tona a presença do QE, quociente emocional.

Pelo QE ou inteligência emocional é que percebemos ou melhor, sentimos o mundo, e é por intermédio dessa inteligência que temos a empatia, motivação, capacidade de reagir a dor ou prazer.

Mais recentemente começou a cogitar-se a hipótese de um terceiro “Q”, o QS (spiritual quocient) ou inteligência espiritual, sendo essa responsável pela solução de problemas de sentido e valor e pelo funcionamento eficaz do QI e do QE.

Seres humanos são seres complexos e essencialmente espirituais. Se olharmos apenas o QI e o QE, seja em conjunto ou separadamente, não conseguimos explicar a complexidade de nossa inteligência e tão pouco a necessidade que temos de encontrar sentido e valor no que fazemos.

Nossa inteligência espiritual é que nos dá capacidade de escolher, é por ela que avaliamos se um determinado caminho faz sentido ou não.

Atualmente, a maioria das pessoas tem enfrentado o que costumou-se chamar de crise existencial, que é a falta de sentido mais profundo na vida.

Passamos a nos questionar sobre nossas vidas, profissões, escolhas, padrões comportamentais, impostos ou não pela família e sociedade e com esses questionamentos houve um verdadeiro “bum” nas doenças de fundo psicológico mental.

Isso é reflexo de quando não temos as três inteligências funcionando juntas e se apoiando mutuamente.

A inteligência espiritual é a inteligência da alma, que nada tem a ver com religião ou religiosidade. Trazendo para uma metáfora que gosto de contar é como se as religiões fossem os rios que desembocam no oceano e a inteligência espiritual fosse o oceano.

A busca por sentido é a principal motivação da vida de uma pessoa.

Qual o significado da minha vida? Do meu trabalho? Do meu relacionamento? Por que estou estudando o que estudo? Por que trabalho ou fundei essa empresa? Por que estou lendo esse artigo?

A inteligência intelectual não é suficiente para responder essas ou outras perguntas, visto que racionalidade e nem mesmo o emocional são capazes de trazer o sentido mais profundo dessas questões.

Somente a inteligência espiritual é capaz de nos tornar conscientes dos nossos problemas existenciais e nos dá formas de solucioná-los, pois é daí que vem a nossa criatividade.

Referência bibliográfica: Inteligência espiritual – Danah Zohar e Ian Marshall.


Deixe uma resposta