Pequenas empresas apostam em aplicativos e plataformas para gerenciar finanças e automatizar processos

Posted on Updated on

Os avanços tecnológicos estão diminuindo a burocracia nos processos das empresas e facilitando a vida dos gestores de finanças, vendas, recursos humanos, entre outros. Com a ajuda de apps e plataformas, as PMEs conseguem recrutar um talento, alavancar vendas, gerenciar contas e até organizar as despesas corporativas dos funcionários com mais facilidade e segurança.

As chamadas, HRtechs – startups do setor de Recursos Humanos -, por exemplo, estão ganhando cada vez mais espaço entre os gestores. Uma startup que vem crescendo no segmento é o VExpenses (www.vexpenses.com) – plataforma que facilita a gestão de despesas corporativas. O sistema, desenvolvido no Brasil, organiza as despesas dos funcionários facilitando a gestão de reembolsos e prestação de contas. A plataforma, que já possui clientes por todo o país e pela América Latina, permite economia de tempo e dinheiro com a otimização do processo de prestação de contas de ponta a ponta – desde o lançamento das despesas até o levantamento de relatórios gerenciais.

Segundo Bruno Pain, Diretor Comercial do VExpenses, a tecnologia da plataforma ajuda a evitar fraudes, reduzir trabalhos manuais e gerar inteligência de negócio para os gestores. “A plataforma auxilia os profissionais que cuidam do processo de prestação de contas na empresa, economizando tempo de trabalho com atividades manuais, como conferência de despesas e criação de relatórios gerenciais. E também ajuda os colaboradores quando estão em viagens a trabalho, que podem acompanhar o processo em tempo real e assim evitam dores de cabeça com as notinhas perdidas”, explica.

Outro setor que tem investido em tecnologia é o de Direito. Um exemplo de startup que também já está consolidada no mercado é o Previdenciarista (https://previdenciarista.com/) – plataforma de conteúdo que auxilia a atualização do advogado previdenciário. O site está no ar desde 2013 e foi desenvolvido a partir dos mais de 15 anos de experiência dos seus fundadores, Renan Oliveira e Átila Abella.

O direito previdenciário ganhou bastante força no ano passado, com a crescente discussão política e econômica sobre a reforma da previdência. Em 2018, o site somou mais de 9 milhões de visualizações em sua página, o que representa crescimento de 90% em relação a 2017. “O nosso objetivo é colocar à disposição do advogado – por meio de uma assinatura mensal – conteúdos que o mantenha atualizado e que otimizem o tempo gasto em tarefas rotineiras, como a redação de uma petição, por exemplo”, explica Renan Oliveira, co-fundador do Previdenciarista.

Deixe uma resposta