Rota do Mel pode ser estruturada na região de Crateús, no Ceará

Posted on Updated on

Para estruturar o trabalho dos apicultores da região de Crateús, município do Ceará, o Ministério do Desenvolvimento Regional realiza hoje (segunda-feira, 15.4) Oficina de Planejamento da Rota do Mel. A ação faz parte do Programa Rotas da Integração Nacional e atua para incentivar a produção local e, com isso,  o desenvolvimento das regiões por meio da geração de emprego e renda. O encontro será no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Ceará (IFCE), no campus da cidade.

Durante a oficina, serão discutidas estratégias para fortalecer o Polo Crateús de produção de mel, tais como a disponibilização de ferramentas para os agentes locais e privados para a elaboração a suas carteiras de projetos e gestão, sob a ótica dos aspectos econômicos produtivos, sociais, ambientais e cadeia produtiva.  Além disso, será definido um nome para o Polo e a sua área de abrangência e a criação de um comitê gestor do projeto.

O encontro reunirá técnicos de diversas instituições, apicultores, pecuaristas, bancos, universidades e atores locais, prefeituras, associações, governo estadual, SEBRAE e interessados no tema. Também apoiam a iniciativa a  Secretaria Estadual do Desenvolvimento Agrário (DAS), o Banco do Nordeste (BNB), Instituto Agropolos, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATERCE), a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e o Governo Estadual.

Rotas da Integração – O programa atua com as redes interligadas de Arranjos Produtivos Locais que promovem inovação, diferenciação, competitividade e lucratividade de empreendimentos associados, a partir da coordenação de ações coletivas e iniciativas de agências de fomento. Atuam de acordo com diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) e são parte das estratégias do Ministério do Desenvolvimento Regional para inclusão produtiva e o desenvolvimento de regiões.

Deixe uma resposta