Programa de voluntários recebe inscrições em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

Passagem aérea, hospedagem, alimentação, compras, visto, taxas, passaporte. Os investimentos em intercâmbio internacional podem, sim, sair mais barato do que se pensa. Isto porque o programa Voluntário Global da AIESEC oferta viagem a baixo custo, já que a ONG não tem fins lucrativos.

A modalidade é para jovens de 18 a 30 anos que querem desafios, trabalhando por seis semanas no Egito, Portugal, Itália ou países da América Latina. As vagas de intercâmbio social para as próximas férias já estão abertas.

“São projetos alinhados com as Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Nosso intercâmbio, que é o de mais baixo custo do mercado, inclui benefícios como a acomodação”, convida Paula Teixeira, diretora de Intercâmbios Sociais da AIESEC em Fortaleza.

Rafaela Meireles, universitária de 21 anos, foi uma das selecionadas para o projeto Ronald McDonald na capital da Colômbia, Bogotá. Ela trabalhou com entretenimento para crianças com câncer, levando atividades que alegrassem os pacientes. “A gente queria fazê-los esquecer um pouco do ambiente hospitalar. Quebra-cabeças, balões e tintas transformavam o dia deles”, conta.

Para a viagem de dois meses, Rafaela calcula ter investido em torno de R$ 5 mil, incluindo todas as despesas. Este é o valor médio para intercâmbios sociais da AIESEC, na América Latina, já incluindo valores estimados para passagens aéreas, taxas, seguro-viagem, alimentação e outros custos. Argentina e Peru são outros destinos dentre os mais acessíveis.

Sobre a AIESEC em Fortaleza

A AIESEC, criada em 1948 e presente em mais de 120 países, celebra aniversário de 10 anos na capital do Ceará. Formada por jovens universitários, a organização desenvolve liderança através de intercâmbios. São oportunidades multiculturais de intercâmbio social e profissional em parceria com ONGs e empresas em todos os continentes.

Deixe uma resposta