Cimento Apodi inaugura centro de educação ambiental

Posted on Updated on

A Cimento Apodi inaugura, na manhã desta sexta-feira (23), o Centro de Educação Ambiental (CEA) no município de Quixeré, no Vale do Jaguaribe, onde a empresa mantém a maior de suas fábricas. A abertura do espaço, que será em homenagem ao empresário Ivens Dias Branco, vai contar com a presença da família Dias Branco, que possui 50% da Cimento Apodi.

O Centro será um ambiente voltado para o desenvolvimento de ações de educação ambiental e práticas sustentáveis ao ar livre, e vai atender, além de colaboradores, as comunidades do entorno e de municípios vizinhos, universidades e escolas.

O CEA terá 12 estações de conhecimento: Maternidade Vegetal, para a produção de mudas de espécies nativas; Energia Renovável, que destaca a energia gerada pelos gases liberados na fábrica; Biodigestor, que produz o biogás; Gerenciamento de Resíduos Sólidos; Portal da Caatinga; Horta Agroecológica em formato de Mandala, que é uma alternativa sustentável para pequenos produtores; Calçada da Fauna, com registros das pegadas de animais da caatinga; Bacia Hidrográfica do Vale do Jaguaribe; Meliponário de Abelhas sem Ferrão, com três espécies nativas; Tratamento Alternativo de Esgoto; Minhocário e Compostagem Orgânica, para a produção de adubo; e Museu Cimento Apodi. 

De acordo com a responsável pela inauguração do CEA, Rosineide Matoso, o CEA vai abrigar uma série de programas de educação ambiental. “A Cimento Apodi vai abrir as portas para a comunidade, com projetos e ações que vão impactar em toda a região”, afirma.

Sobre a Cimento Apodi

Idealizada no ano de 2008, a Cimento Apodi é uma joint venture multinacional formada pela participação societária da família Dias Branco e do Grupo Titan, produtor de cimento e materiais de construção, que tem mais de 110 anos de experiência na área industrial, com sede na Grécia.

Presente de forma estratégica no Norte e Nordeste do país, a Cimento Apodi possui um parque industrial de 3.000ha de área em Quixeré, mesorregião do Vale do Jaguaribe, e uma moagem de processamento no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Juntas, as duas unidades têm capacidade para produzir mais de dois milhões de toneladas de cimento ao ano. A Companhia conta ainda com três centrais de concreto, um laboratório de tecnologia de concreto e onze Centros de Distribuição posicionados de forma estratégica nas diferentes regiões do país para melhor atender seus clientes.

Deixe uma resposta