Reúso de água: UTE Pecém, no Ceará, amplia reaproveitamento de efluentes de 23% para 40%

Posted on Updated on

Com a implantação de um sistema de tratamento de tecnologia francesa, inédito no setor elétrico brasileiro, a UTE Pecém elevou de 23% para 40% o percentual de reaproveitamento dos efluentes resultantes do processo de geração de energia elétrica no último ano. Isso ampliou de 3,5 para 15 o número de vezes que a água injetada nas torres de resfriamento é reutilizada na Usina.

De acordo com o gestor operacional de processos químicos da UTE Pecém, Daywison Santos, 40% do efluente gerado equivalem a 38 mil metros cúbicos por mês retornando para o sistema, o que significa uma redução na necessidade de reposição de água. Além da economia, há, principalmente, o ganho ambiental.

O controle do gasto de água é uma prioridade para a Usina desde o início de suas atividades, em 2012. “A UTE Pecém é uma das mais eficientes do País. Por conta disso, investimos todos os anos em ações para reduzir o consumo de água, minimizando o impacto sobre o meio ambiente”, afirma Lourival Teixeira, diretor técnico da UTE Pecém.

As unidades geradoras de Pecém, pertencentes ao Grupo EDP, têm capacidade de produção de 720MWh, o equivalente a 45% da energia consumida em todo o estado do Ceará.

Deixe uma resposta