Presidente do TCE-CE faz análise sobre reforma da previdência e crise financeira

Posted on Updated on

“O diálogo democrático entre as instituições é altamente salutar, os poderes devem ser independentes, mas também harmônicos.” A afirmação foi feita pelo presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes, que participou do Painel II – Reforma da Previdência e Crise Financeira Estadual do XXXI Fórum Nacional – Tributos, Previdência e Infraestrutura: como voltar a crescer”, realizado na tarde desta quinta-feira (19/9), no Rio de Janeiro. O evento prossegue hoje (sexta, 20/9). 

Durante o debate, o presidente Edilberto Pontes afirmou que o custo de oportunidade deve ser levado em conta. “Os recursos estão concentrados na União e são mal distribuídos”. Segundo ele, é preciso dar uma maior autonomia para os estados.

Mediador do painel, o economista Raul Velloso falou sobre a crise financeira que afeta todos os estados, mas ressaltou o planejamento do Ceará: “é um exemplo de melhor diagnóstico e melhor solução. Tenho certeza que o TCE Ceará contribui para ampliar o diálogo e auxiliar a encontrar boas soluções”.

Promovido pelo Instituto Nacional de Altos Estudos (INAE), o evento aconteceu no edifício sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Depoimento (BNDES). Além do presidente da corte cearense, o painel contou com palestras do secretário de Previdência, Leonardo Rolim, do presidente da Desenvolve – São Paulo, Nelson Antônio de Souza, e do Diretor do Banco de Brasília, Antônio Gil Padilha Bernardes da Silveira.

Fórum Nacional – INAE

Criado em 1988, o Fórum Nacional reúne os principais economistas, sociólogos e cientistas políticos do país com a finalidade de oferecer propostas concretas para a modernização da sociedade brasileira. Em 1991, o Fórum Nacional foi formalizado e adquiriu permanência, com a criação do INAE, sociedade civil sem fins lucrativos.

Deixe uma resposta