Franquia acompanha bom desempenho do setor e inaugura loja em Fortaleza

Posted on Updated on

Diferentemente de outros setores da economia, o mercado de franquias dribla a crise e segue em expansão pelo país, com resultados substanciais inclusive fora do eixo Rio Janeiro/ São Paulo. No Ceará, por exemplo, o faturamento das empresas deste segmento chegou a R$ 835 milhões no segundo trimestre de 2019. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o estado alcançou 2.181 pontos e totalizou 450 marcas, uma variação positiva de 13% no número de redes, em comparação com mesmo período de 2018. Acompanhando o bom desempenho do setor, a rede de lavanderias self service Laundromat vai inaugurar unidade em Fortaleza.  

A franquia será instalada no hipermercado Carrefour e oferecerá aos cearenses o método de autosserviço de lavagem e secagem de roupas 100% automatizado, popularizado pelas lavanderias norte-americanas.

As principais vantagens deste modelo para os clientes são poder contar com lojas funcionando em horários amplos, todos os dias da semana e com preço da lavagem até 70% mais barato que os demais sistemas disponíveis no mercado. Na operação, não há necessidade de colaboradores e o processo é todo automatizado. O usuário libera a máquina através de pagamento via cartão, e os insumos (sabão, amaciante) são dosificados de forma mecânica. Também há comunicação das lojas junto ao SAC disponível, que facilita e esclarece qualquer dúvida do consumidor. As roupas são lavadas e secas em prazo de uma hora aproximadamente, evitando a passadoria na maioria das peças, que saem semi-passadas.  

A inauguração faz parte do plano de expansão da rede que contempla a abertura de mais 10 unidades até o final do ano. “A Laundromat é pioneira na América Latina no conceito de lavanderia autosserviço e o Ceará é um estado fundamental para ampliação da nossa atuação no país.  Estamos otimistas em aumentar consideravelmente o número de unidades neste formato os próximos anos, devido às novas tendências de mercado tanto do lado dos consumidores, que aderem ao conceito “do it yourself” (faça você mesmo, em português), como também ao perfil do investidor, que procura hoje operações com uma gestão mais simplificada no dia a dia”, explica Nicolas Lopez, diretor da marca.

Deixe uma resposta