Novo franqueado da Escola do Mecânico muda de área: “Quero ter a melhor escola da rede”

Posted on Updated on

Hoje é um dia muito especial para Celso Kunioshi, empresário que, depois de 32 anos dirigindo sua própria empresa na área de TI, viu-se aposentado e cheio de energia para investir tempo e conhecimento em um novo negócio: é a data da inauguração de sua primeira franquia da Escola do Mecânico. “Meu trabalho, durante toda a vida, permitiu conforto e estabilidade a mim e minha família. Quando me aposentei, entretanto, senti que ainda tinha muita vitalidade para deixar de trabalhar e comecei a procurar uma franquia. Deparei-me com a Escola do Mecânico e me encantei com o projeto, porque sempre adorei a área automobilística”, comenta.

Kunioshi fez carreira como empreendedor, mas sempre foi apaixonado por motocicletas e automóveis e mantinha-os como hobby. “Já tive todo tipo de moto e, ainda hoje, mantenho três delas na garagem de casa”, diz ele. Assim, a Escola do Mecânico concilia o empreendedorismo, que é sua vocação, com a vontade de estar em contato com o setor automotivo. “Na escola do mecânico, temos as aulas de automóveis, motocicletas e caminhões. Então, eu terei contato com um amplo universo, que poderei desvendar também. Serão vários prazeres que me trarão ao trabalho, diariamente”, diz ele.

Aos 65 anos, o empresário tem vários planos para sua franquia. “Eu investi mais do que o padrão da rede, porque quis incluir itens na franquia que fogem um pouco ao convencional, como um equipamento de alinhamento a laser. Mas, a ideia é justamente a de ter uma escola diferenciada, que atraia pela excelência que a marca já possui, mas aliada ao meu empenho como franqueado”, pondera.

O entusiasmo de Kunioshi conseguiu atingir até mesmo sua única filha, uma estudante de Psicologia, de apenas 20 anos. “Ela me falou: pai, esta não é a minha área, mas alguma coisa na Escola do Mecânico eu quero fazer para lhe ajudar”, conta. E é justamente um legado para ela e para outros jovens que o empresário deseja formar. “Eu encontrei uma marca que deseja fazer a diferença na vida das pessoas, por meio de geração de emprego e renda. Nossos cursos permitem que homens e mulheres – e não apenas os jovens – melhorem a condição de suas vidas. Isso é necessário no Brasil e possível de ser realizado. É assim que desejo fazer uma nova carreira”, finaliza o novo franqueado da Escola do Mecânico.

Deixe uma resposta