Fundo Volta Por Cima e Me Poupe! firmam parceria em prol de empreendedores com atuação em periferias

O fundo Volta Por Cima acaba de firmar uma parceria com a Me Poupe!, maior plataforma de entretenimento financeiro do mundo. Juntos, vão apoiar 55 negócios de impacto social que atuam em periferias do país – ou com públicos vulneráveis – por meio da iniciativa SOS Me Poupe!. A proposta é auxiliar os empreendedores de impacto afetados pela crise econômica a manterem os negócios ativos, garantindo empregos e geração de renda. Com a ação, o time de especialistas do portal de Nathalia Arcuri irá disponibilizar conteúdos qualificados sobre educação e gestão financeira aos empreendedores selecionados, que terão, ainda, acesso a uma “vitrine virtual”, que impacta a audiência da Me Poupe! – são 15 milhões de pessoas mensalmente.

Os empreendedores selecionados pela Artemisia para a iniciativa receberam, recentemente, um aporte financeiro de R$ 15 mil do Volta por Cima – fundo criado para apoiar a sobrevivência de negócios de impacto social frente à crise do novo coronavírus. Liderado pela Articuladora de Negócios de Impacto da Periferia (ANIP) – resultado da parceria entre A Banca, Artemisia e FGVcenn – e o Banco Pérola, a iniciativa concedeu crédito com juro zero e, agora, passa a acompanhar os 55 negócios de impacto beneficiados com a ação. Segundo Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, a gestão financeira é um dos principais desafios enfrentados pelos empreendedores no Brasil e é, também, um dos pilares para o negócio prosperar. “O empreendedor que tem dificuldade com o controle do fluxo de caixa, precificação de produtos e serviços, monitoramento de despesas e investimento pode, por exemplo, comprometer o desempenho e sobrevivência do negócio. Por isso, acreditamos que tão importante quanto investir recursos nesses negócios, é dar suporte para que façam o melhor uso desse aporte. É nesse contexto que se insere a parceria com a Me Poupe!”, afirma.

“A pandemia afetou de forma bruta os pequenos e microempreendedores, que não sabiam para onde correr ou o que fazer para lidar com essa situação. Muitos não faziam ideia de como digitalizar o próprio negócio. Do outro lado, também vimos muitas pessoas sendo demitidas e precisando procurar uma nova fonte de renda. Por isso, desenvolvemos o SOS Me Poupe! – em um período bem curto – para ajudar esses profissionais a continuarem tendo renda e mantendo suas empresas ou começando o próprio negócio. Já são mais de 27 mil empresas que estão na nossa vitrine do SOS e também recebendo conteúdos exclusivos”, diz Nathalia Arcuri, CEO da Me Poupe!

Deixe uma resposta