Mais de 200 novos artesãos cearenses começam a trabalhar com a CeArt

Duzentos e sessenta e um artesãos foram aprovados no primeiro edital de credenciamento de artesãos e entidades artesanais promovido pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Central de Artesanato do Ceará (CeArt). Os aprovados agora terão a oportunidade de comercializar nos pontos de venda da CeArt e participar de eventos com a Central.

O objetivo dos editais, que acontecem anualmente, é fortalecer o artesanato no Estado, possibilitando a compra de produtos diretamente dos artesãos para a venda posterior nas lojas da CeArt. “É uma enorme satisfação concluir mais um processo de seleção que dá oportunidade a mais de 200 famílias de terem mais visibilidade de seus trabalhos e fortalecerem seu sustento tendo o Governo do Ceará como parceiro e apoiador”, destaca a titular da SPS, Socorro França.

A realização do edital faz parte dos esforços do Estado para manter as atividades de incentivo aos artesãos durante o enfrentamento à pandemia, como explica a coordenadora do desenvolvimento do artesanato, Patricia Liebmann: “Além da realização do credenciamento, investimos na adaptação de processos importantes como o cadastro, que agora acontece de forma virtual, além de termos lançado a nossa loja on-line, que é mais uma vitrine moderna para os produtos dos nossos artesãos. Mesmo com as dificuldades enfrentadas por todos, o trabalho e o apoio ao artesanato não param”.

Deixe uma resposta