Setor de foodservice ainda tem tendências para 2020; especialista dá dicas

O foodservice foi um dos mais afetados pela pandemia. O setor sofreu variações, chegando até a ter até 80% de queda em alguns setores de bebidas, segundo o estudo Foodcheck MacroTrends. No entanto, segundo especialista Alex Corcioli – CPO da plataforma de serviços financeiros Donus – o pior ficou pra trás e o setor é uma das tendências de investimento para os próximos anos.

Foodservice é o mercado que compreende alimentação fora do ambiente de casa, ou seja, lanches e bebidas que são entregues por delivery. De acordo com Corcioli, os serviços que oferecem conveniência ao consumidor tende a crescer aceleradamente nos próximos anos. “De um lado temos as pessoas que estão mais abertas à conveniência e praticidade, do outro as pessoas que começaram a valorizar momentos de lazer em família e amigos e usufruem de serviços de entrega de alimentos. Ambos comportamentos mostram que o foodservice vai crescer muitos nos próximos meses”, afirma. 

Pensando em alternativas para o setor, o especialista elencou 3 tendências para o empreendedor que quer investir em foodservice ainda em 2020. 

Conveniência é a palavra chave 

Com a flexibilização da quarentena e retorno dos trabalhadores às ruas, o consumo imediato de refeições se mantém em potencial. Dessa forma, a oportunidade torna-se ampla ao abranger refeições rápidas e estritamente funcionais, como marmitas e lanches ao longo do dia.

Delivery e serviço para viagem cresceram

Alguns setores dentro do foodservice têm performances positivas quando comparados à 2019. O delivery triplicou em relação ao ano anterior e o serviço para viagem. Este movimento se tornou uma tendência quando a indústria alimentícia passou a entrar nos apps de delivery e entregar não apenas refeições e sim compras de alimentos industrializados para consumo a longo prazo.

Pagamentos via maquininhas e apps 

Com a pandemia, o brasileiro passou a valorizar ainda mais a facilidade no pagamento. Uso do dinheiro físico vem caindo no Brasil e país já é o 4º do mundo em pagamentos pelo celular, segundo a consultoria Statista. Empresas como Donus (www.soudonus.com.br) ajudam donos de bares e restaurantes a otimizarem pagamentos. Trata-se de uma plataforma de serviços financeiros que permite ao varejista acompanhar o recebimento do pagamento dos clientes direto no aplicativo, por meio de uma integração com as maquininhas da empresa e usar o saldo disponível para pagar contas ou fazer transferências. Além de oferecer uma conta digital sem taxas, o aplicativo disponibiliza o dinheiro da transação feita pela maquininha Donus em até 1 dia.

Deixe uma resposta