Operador logístico implementa tecnologia inovadora de gerenciamento de resíduos orgânicos

A empresa Luft Healthcare acaba de implementar a máquina biodigestora Bioconverter. Ela transforma o resíduo orgânico em uma “água cinza”, possibilitando seu direcionamento de forma segura para o sistema de esgoto e evitando a armazenagem ou envio do lixo orgânico (resíduos alimentares) ao aterro sanitário.

“Decidimos pela implementação deste inovador sistema biodigestor no nosso refeitório, pois ele faz a melhor destinação ecologicamente correta dos resíduos orgânicos e se alinha ao nosso compromisso com a sustentabilidade”, afirma José Roberto Corrales, CEO da Luft Healthcare.

A Luft é a primeira operadora logística no país a contar com esta tecnologia. Após passar por uma fase de testes, a máquina instalada na empresa já faz a biodigestão de até 150 kg de resíduos orgânicos por dia. Com isso, ela reduz significativamente a pegada de carbono, operando em três vertentes: tecnológica, biológica e mecânica. Para se ter uma ideia do que isso significa, a máquina alocada na Luft gera benefícios equivalentes a 54 toneladas de resíduos orgânicos processados por ano; eliminação de 18.900 quilos de CO2 na atmosfera; equivalência de 484 árvores plantadas; 4 veículos urbanos retirados de circulação; redução de 20m3 de material orgânico destinado a aterro; redução de 8.020 litros de consumo de combustíveis; redução do consumo de 6.995 litros de petróleo; eliminação de 5.133 quilos de gases de efeito estufa na atmosfera; equivalência de 62.666 mem reflorestamento; redução do consumo elétrico residencial de 396 kWh e redução do consumo de água de 17.179 litros.

“Sustentabilidade, inovação e redução de custos podem andar juntas. A Bioconverter tem tecnologia 100% nacional, e pode fazer a biodigestão de até 1.000 kg por dia/máquina, trazendo inovação ao setor por sua eficácia, rapidez e praticidade. O lixo orgânico é adicionado na máquina conforme ele é gerado, evitando qualquer acúmulo de lixo orgânico, que pode ser vetor de doenças. Ela pode beneficiar uma série de negócios, desde restaurantes industriais, supermercados e shopping centers até hospitais, faculdades e condomínios, entre vários outros”, explica Carla Strafacci, responsável pela área Comercial da Bioconverter.

Como funciona a Bioconverter

Após os resíduos orgânicos como frutas, verduras, pães, massas, carnes e outros serem depositados na máquina, ela acelera a decomposição da matéria orgânica pelo uso da exclusiva tecnologia BIOMERASE™, um composto granulado em forma de refil, associado ao seu mecanismo, e que opera de forma totalmente inodora e silenciosa.  

A máquina funciona ininterruptamente e transforma, de forma automática em até 24 horas, os resíduos orgânicos em uma “água cinza” cheia de nutrientes. Esta água acinzentada é descartada diretamente no ralo de forma segura e dentro dos requisitos da lei, entrando no sistema de esgoto normalmente. Alternativamente, ela pode ser armazenada para irrigação em culturas agrícolas ou transformada em água de reuso.

Por meio de integração remota por internet 24×7, é possível verificar as informações sobre as quantidades eliminadas de lixo orgânico, equivalência de CO2 eliminado e todos os demais indicadores do processo de gestão. Para saber mais, acesse https://bioconverter.com.br/.

Deixe uma resposta