Fintech brasileira é única empresa latina em programa no Catar

A Payface, startup de tecnologia que usa reconhecimento facial para pagamento rápido em varejos físicos, foi selecionada para participar da primeira turma do programa de aceleração da Qatar Fintech Hub (QFTH), co-fundado pelo Qatar Development Bank (QDB) e criado para dar suporte ao crescimento da indústria de fintech no país arábe. O programa tem duração de 12 semanas e se estende até metade de dezembro deste ano, quando os representantes de cada fintech irão apresentar suas inovações para o mercado local e internacional, visando novas rodadas de investimentos. Entre as 13 startups que chegaram à final, a Payface é a única com origem da América Latina.

Os critérios de avaliação para cada empresa foram relacionados à tração, força e originalidade das soluções, capacidade do time, potencial de implementação e impacto no mercado de Catar. Dentre a composição do investimento do Qatar Development Bank, as selecionadas irão se conectar com parceiros globais do ecossistema de pagamentos, receber suporte para incorporar a empresa no país sem custos, além de ganhar homologação para atuar junto ao Banco Central do Catar e oportunidade para colaborar com 16 reguladores e instituições financeiras locais.

Para Eládio Isoppo, CEO e cofundador da Payface, estar em contato com uma organização como o Banco de Desenvolvimento do Catarr, que já colaborou com nomes do mundo inteiro, representa para a fintech o acesso a uma gama de oportunidades para desenvolvimento de negócios em escala global. “O QDB já proporcionou o desenvolvimento de centenas de grandes companhias. Sermos selecionados para o programa marca o início de uma nova fase para a Payface e mostra o potencial que temos de impactar ecossistemas que se encontram há continentes de distância do Brasil”, afirma Isoppo.

Nos últimos meses, a QFTH recebeu mais de 750 aplicações de startups em fase early stage e em estágios de maturidade maiores. As aplicações vieram de 72 países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Índia, Singapura, Turquia, Nigéria, Alemanha, Rússia e Indonésia. Seguindo um processo de avaliação intenso, de diversos níveis, as 55 finalistas foram convidadas a apresentar suas soluções por meio de pitch days virtuais, julgados por um painel composto por parceiros estratégicos e representantes dos acionistas da QFTH e QDB, como Visa, MasterCard e outros.

As 11 startups de early stage selecionadas para o programa de incubação são: C-Wallet (Catar), DaVinci Payments (Austrália), Debito (Catar), Fatora (Catar), Musaada (Catar), My Book (Catar), Pay Ring (Rússia), Remit Radar (Reino Unido), SkipCash (Catar), Tess Payments (Catar) e 7Sab (Catar).

As 13 startups maduras selecionadas para o programa de aceleração são: Areeba (Catar), FOMO Pay (Singapura), FOO (Líbano), Madfooat (Jordânia), Maya AI (Singapura), Manim Finance (Turquia), MyCash Money (Singapura), Nium (Singapura), Nuclei (Índia), Oscar Business Hub (Canadá), Payface (Brasil), Sync Money (Reino Unido) e Upayments (Kuwait).As selecionadas cobrem uma variedade de áreas, como serviços de pagamento, pagamentos móveis, soluções para PMEs, soluções KYC (Know Your Customer), pagamentos B2B, wallets, entre outros.

Deixe uma resposta