O varejo digital deve continuar em alta no Brasil em 2021

Artigo de Elizeu Barroso Alves, coordenador dos cursos de Gestão Comercial e Varejo Digital do Centro Universitário Internacional Uninter:

Varejo digital cresce 95,4% com dia dos pais e fatura R$ 5,4 bilhões |  Mercado&Consumo

Segundo relatório da XP Investimentos a expectativa é que o varejo digital cresça em 2021 acima de 32% no Brasil, seguindo a linha de recordes históricos que ocorreu no setor em 2020 por conta da Covid-19.

Algumas explicações para esse crescimento e otimismo do setor é que no Brasil não existe apenas uma empresa dominante, como na China com o Alibaba. Aqui, temos uma diversidade enorme de empresas, de grande e pequeno porte. Por exemplo, a taxa de penetração das vendas online ficou em 9% em 2020. Tendo esse dado em mente, podemos concluir que ainda há um grande espaço a ser explorado.

Em 2020 o segmento que mais se destacou, sem dúvida, foi o de eletrônicos, que foi responsável por um quarto das vendas, isso significa que de cada 100 vendas, 25 foram desse segmento. Um destaque especial para os jogos que respondeu por 19% das vendas desse segmento.

Uma grande inovação que o setor passou a utilizar no ano passado e também contribuiu para o crescimento do setor, segundo o relatório, foram os serviços financeiros e cashbacks, que são os serviços financeiros oferecidos pelas empresas, para facilitar o pagamento e o recebimento das transações realizadas nas plataformas online.

Uma grande tendência para esse setor é o seu formando figital que é um conjunto de estratégias de omnichannel para integrar os canais físico/digital. Com a vacina sendo disponibilizada esse formato só tende a aumentar. A experiência de compra na loja física sempre vai existir, agora, o desafio das empresas é alinhar essa experiência ao digital, para se adaptar a esse novo tipo de cliente que passou pela experiência da Covid-19.

Deixe uma resposta