De ambulante a empreendedor: o educador que criou uma metodologia e conquistou mais de 150 mil alunos

Carioca de 42 anos, Edson Urubatan venceu as dificuldades e se tornou um dos maiores nomes em educação no Brasil. Formado em Física e Matemática, o professor também é mestre em administração e doutorando em Gestão de Competitividade. Após a tentativa de seguir carreira militar e já graduado, Edson viveu a realidade de muitos brasileiros: o desemprego, enquanto sua mãe lutava contra um câncer. Resolveu tornar-se trabalhador informal e começou a vender guaraná natural nas praias do Rio de Janeiro. Nas horas vagas, ajudava alguns adolescentes a estudar para provas, e assim, começou a desenvolver o que hoje é uma das maiores metodologias de ensino no país, a Moda (Método de Organização e Otimização das Didáticas e Avaliações), criou o Sistema de Ensino Pec e se tornou CEO da Aude Educação.

“A educação sempre foi algo importante na minha vida, entretanto , por imaturidade, eu só tive essa percepção no fim da adolescência. Eu notei que o estudo era o que me daria sustento para realizar os meus sonhos e da minha família”, afirma o empresário.

Da praia ao empreendedorismo

A infância difícil nunca foi fator limitante para Urubatan. Sua mãe, que fora moradora de rua, e seu pai blindaram os dois filhos da dura realidade. “Nós não sabíamos que existia um mundo além do que nos era apresentado e quando tínhamos oportunidade, nossos pais nos mostravam uma felicidade além das aparências”, relembra. Com a realidade vivida, o atual professor tirou as melhores lições: “Aprendi que não era pior nem melhor que ninguém, somos somatório de sorte e dificuldade, e cada um tem no profundo proporções semelhantes de vantagens e desventuras. Minha cor, fé, bens, força, habilidades, me faz tão poderoso ou frágil quanto qualquer um. Sabendo disso, posso me esforçar e realizar tudo”.

O primeiro passo de Edson no mercado de trabalho foi a carreira militar, “acreditava que me tornando um oficial do exército, atingiria estabilidade financeira para mim e minha família”. Diferente do que acreditava, a carreira não foi bem-sucedida e o então formado em Matemática e Física começou a buscar emprego em outras áreas, sem sucesso, foi às praias, onde deu seu primeiro passo como empreendedor. “Empreendi por necessidade, não por opção. Todos de origem humilde, em sua maioria costumam iniciar seus trabalhos empreendendo, vendendo picolé, sanduíche, roupas e etc”, conta, lembrando da época em que vendia guaraná natural.

A grande virada aconteceu quando, paralelamente ao trabalho informal, o professor começou a dar aulas em casa e eventualmente em algumas escolas, desenvolvendo um método rápido de aprendizado. “Certo dia um aluno que estudava na minha casa me comunicou que havia passado em um concurso e que havia gabaritado a prova. Foi quando dei o meu start em um empreendimento educacional, o Curso Pec”, diz, afirmando que não foi um começo fácil, já que precisou pedir carteiras escolares de porta em porta, ajuda de amigos e familiares até conseguir de fato inaugurar a empresa que se tornou o Colégio Curso Pec, uma rede de escolas e cursos preparatórios, que já conta com mais de 150 mil alunos estudando com alguma ferramenta educacional desenvolvida pelo empresário.

Empreendimentos educacionais

Em apenas 4 anos, Urubatan já havia atingido a marca de 5 mil alunos e era proprietário de 3 escolas. Com uma visão holística dos problemas educacionais do Brasil, se baseou nas culturas mais admiradas em educação do mundo, tais como Finlândia, Canadá, Inglaterra, França, EUA e China para desenvolver o MODA, que consiste em uma metodologia que visa organizar os processos em sala de aula, otimizando as diversas práticas aplicadas em sala de aula, sem restringir o professor a uma única ferramenta. A metodologia é aplicada em mais de 230 escolas atualmente.

Proprietário e administrador de 3 colégios de educação básica e 3 cursos preparatórios, desenvolveu também o Sistema Pec de Ensino que possui abrangência nacional, o M4 – Método Matemático Minha Memória, o Pequenino, diversos softwares educacionais, vídeo-aulas, áudio-livros, e-books, livros paradidáticos e complementares com temas como Inteligência Emocional e Empreendedorismo, todos sob a guarda da AUDE Educação, empresa especializada em soluções de tecnologia educacional chefiada por Urubatan. Contando com todos os produtos, a margem atingida é de mais de 300 escolas e 150 mil alunos.

“Após um ano e meio tendo prejuízo com os cursos, com muitas dificuldades e uma enorme energia aplicada no empreendimento, fui em busca do sucesso e inaugurei os colégios. Eu realmente acreditava muito que estava fazendo a coisa certa e em poucos meses, a situação se reverteu. Os resultados apareceram, os aprovados eram reconhecidos pelas ruas e nossos feitos ganharam notoriedade. Tanto as escolas quanto os cursos começaram a dar um lucro significativo”, conta.

Professor, empresário e autor

Atualmente, o professor deu lugar ao empresário. “Dou aulas esporadicamente para educação básica, para pedagogos, de forma aleatória, e principalmente explicando sobre os métodos, questões educacionais e a metodologia MODA”. A dedicação como empresário consome a maior parte do tempo de Urubatan, área que o rendeu premiações como a de Empreendedor do Ano pela EY, uma das maiores empresas de consultoria e auditoria do mundo. Mas segundo o empresário, seu maior prêmio é o resultado de seus alunos: “a vitória e a transformação da vida das pessoas é o verdadeiro reconhecimento. Temos o 1º , 2º e 3º lugares nos principais concursos nacionais e universidades, como Colégio naval, EFOMM, UERJ, UFRJ, Fuzileiros , ESSA , Especex , AFA, Epcar, ENEM e entre outros”.

Autor de dois livros, “A Educação está na MODA”, escrito em 2015 e “Conquistar está na MODA”, de 2017, tornou-se best-seller no ano de lançamento do segundo livro, ficando por vários meses entre os mais vendidos. Tais livros detalham os processos de aprendizagem, levando os professores a um universo mais profundo, proporcionando uma visão educacional, que de acordo com o autor, é fora da mesmice pedagógica. “A ideia é valorizar os diversos métodos existentes no mundo e não protagonizar nenhum, levando o papel principal do processo para o aluno e sua transformação através de seu aprendizado diário”.

Fazer o bem

Carregando consigo suas raízes de uma infância sem recursos, Urubatan se empenha para que a educação esteja disponível para o maior número de pessoas, independente de classe social. “Tive a oportunidade de lecionar para sonhos distintos, como aprovação em vestibular para medicina, engenharia, direito, cursos militares, correios, caixa econômica e vários outros. Sempre me propus a ajudar como podia, faço de tudo para me sentir um instrumento de transformação”, conta o professor, que faz ações sociais desde antes de se tornar um grande empreendedor. “Promovo eventos em datas especiais e pago cursos e graduações para crianças que não teriam essa oportunidade. Crio os meus filhos com a mesma motivação”.

O futuro

Edson planeja a criação de escolas internacionais nas capitais do Brasil. “Quero trazer o melhor da nossa cultura, com metodologias disruptivas, formando cidadãos eruditos e sábios para o mundo”, afirma, dizendo que estas escolas terão programas de bolsa de até 100% para filhos de assalariados.

Além das escolas, o professor pretende fundar uma Universidade modernizada voltada a educadores. “Eles aprenderão práticas docentes múltiplas a serem aplicadas nas escolas internacionais, como fazer material didático, dar aulas particulares e aulas online. Sobretudo, o objetivo é formar profissionais aptos a transmitir conhecimento com eficácia”, explica. “Quero ensinar aos educadores a beleza de ser docente e como ser bem remunerado com profissionalismo. Pretendo após os 50 anos, me dedicar integralmente em reafirmar meu país através da educação, transformar realidades”, finaliza.

Deixe uma resposta