Parceria entre médias empresas pode reduzir até 30% dos custos operacionais e se torna opção para mercado de alimentação

O setor de alimentação corporativa fechou 2019 com faturamento de R$ 21 bilhões, segundo levantamento feito pela Aberc (Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas), que ainda apontava um crescimento 8,5% para a categoria no ano de 2020.

Com a chegada da pandemia, as empresas do setor de fornecimento de alimentação coletiva encontraram incertezas e dificuldades para sobreviver no mercado, já que muitos de seus clientes precisaram remanejar seus colaboradores para o home office ou até suspenderam as entregas dos lanches.

Para otimizar os custos operacionais e aumentar a produtividade, algumas empresas concorrentes encontraram no mercado “uma mão estendida” para fechar parceria e minimizar as perdas.

“Na Uni Soluções, conseguimos proporcionar economia de até 30% nos custos operacionais das empresas que nos procuraram para fechar parcerias. Por termos mais de 13 anos no mercado e fornecermos alimentação rápida (lanches saudáveis, sobremesas, saladas, frutas e outros produtos) em grandes volumes para empresas com mais de 10 mil funcionários, podemos garantir que a nossa estrutura atenda a própria demanda de lanche/dia e as necessidades destes parceiros do serviço de alimentação” explica Vagner Gomes, CEO da Uni Soluções.

A indústria tem estrutura e estratégias de sucesso para manter a capacidade de produção de 52 mil lanches por dia em turno único de trabalho, com possibilidades de futuramente, com a adição de parcerias, expandir a equipe de colaboradores e espaço da fábrica.

Em 2021, com as parcerias já em andamento e com as que devem emergir em breve, a Uni Soluções espera desenvolver um serviço diferenciado de mercado, com conhecimento mais aprofundado do setor de alimentação corporativa, apresentando uma forma efetiva de baixar custos indiretos e gerar receita.

Para mais informações, acesse: unisolucoes.com.br

Deixe uma resposta