Governo do Ceará faz doação de mais de 6,5 milhões de máscaras durante a pandemia

O Governo do Ceará, desde o início da pandemia, em março de 2020, já distribuiu mais de 6,5 milhões de máscaras para proteção contra a covid-19. Desseas, um lote com 31 mil peças foi enviado neste semana para os municípios de Mucambo, Nova Olinda, Quixelô e Tamboril. A ação integra o Programa Mais Infância Ceará e é executada pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

“Sabemos da necessidade da nossa gente. Por isso, o governador Camilo Santana realiza diversas ações em benefício dos que mais precisam. Nas últimas semanas, milhares de itens do produto foram entregues para mais cidades que solicitaram ao Estado. Seguiremos atuando para dar suporte a população dos 184 municípios cearenses e, assim, contribuir para diminuir o contágio do coronavírus no Ceará”, reforça a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

O prefeito de Quixelô, Adil Júnior, afirma que a parceria entre a gestão estadual e municipal fortalece no enfrentamento da doença. Gostaria de agradecer essa importante ação do Estado, que vem doando máscaras para os todos os municípios. É com essa união que vamos beneficiar nossa população, no combate dessa terrível doença no Ceará”, salienta.

A secretária da Proteção Social, Socorro França, destaca o trabalho de distribuição do produto para diversos públicos. “Nesse processo de distribuição de máscaras, tivemos uma grande parceria das gestões municipais que nos ajudaram a fazer com que às máscaras chegassem às famílias em situação de vulnerabilidade social. Além disso, fizemos ações específicas com grupos e comunidades tradicionais, como quilombolas, indígenas, povos de terreiro e ciganos, levando máscaras e folders explicativos, abordando cuidados específicos para suas culturas”, disse.

Prevenção ao Coronavírus

Além de distribuir 6.556.431 máscaras, o Estado possibilitou também que empresas do setor têxtil e costureiras fossem beneficiadas financeiramente com a confecção de milhares desses itens, fortalecendo a economia local de cada região. De acordo com especialistas, o uso da máscara, quando associado a outras medidas de prevenção, como o distanciamento social e a higienização das mãos, pode ser ainda mais eficaz para evitar a transmissão da Covid-19.

Ao seguir as recomendações das autoridades de saúde, o risco de contaminação pelo novo coronavírus diminui bastante. Quando duas pessoas estão próximas e conversam sem máscara, por exemplo, as chances de contágio são altas, caso uma delas esteja contaminada. No entanto, se ambas estiverem protegidas e respeitando a distância mínima de dois metros, a possibilidade de infecção cai consideravelmente.

Deixe uma resposta