Franquia de totens de serviços financeiros promove a democratização do acesso bancário

As medidas restritivas à circulação de pessoas e aos negócios  continuam em todo o mundo para conter a pandemia da Covid-19. Com as limitações das atividades presenciais, coisas simples, como pagar contas, tornaram-se complicadas, afinal os estabelecimentos, quando não estão fechados, funcionam em horários reduzidos e trazem o risco de filas e aglomerações. Todas essas mudanças na rotina geraram um “boom” de serviços online, proporcionando o crescimento de setores como e-commerce, pagamentos por aplicativos bancários e carteiras digitais. Para se adaptar a esse novo normal, a internet se tornou imprescindível, mas muitos brasileiros ainda sofrem para acessar a tecnologia em pleno século 21.

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnac C), realizada no 4º trimestre de 2019, e divulgada no dia 14 de abril pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 39, 8 milhões de pessoas não possuem acesso à internet no país. Além disso, muitos carecem de habilidade para utilizar a tecnologia, principalmente os mais idosos.

Não bastassem esses problemas, o fechamento de inúmeras  agências       durante a pandemia trouxe ainda mais desafios na hora de acessar serviços bancários. De acordo com o último levantamento do Banco Central, compilado pela Bloomberg, 1.444 agências no Brasil encerraram suas atividades nos 12 meses anteriores a novembro de 2020, alta de 78% em relação ao mesmo período do ano anterior. Foi o maior corte desde 2017. 

Em resposta a esse cenário, a fintech Parça traz soluções que promovem a democratização do acesso bancário  para empresas e pessoas físicas, utilizando totens de autoatendimento, instalados em locais essenciais e de grande circulação, como terminais de ônibus, mercados e shoppings centers. Por meio deles, o usuário consegue pagar ou parcelar boletos e contas de consumo, tributos municipais, estaduais e federais, consultar CPF e CNPJ, fazer recarga de celular, solicitar Crédito consignado ou Empréstimo pessoal e realizar a verificação veicular completa para saber se um automóvel vem de leilão ou passou por sinistro, por exemplo. As operações são realizadas de forma rápida, prática e didática.

“Questões que antes você levaria um dia inteiro para resolver, indo em diferentes lugares, gastando tempo e enfrentando filas, hoje são possíveis de resolver na hora do almoço, em uma pausa do seu dia, de modo simples, rápido e sem burocracia”, diz Antônio Brizoti Júnior, Diretor Executivo da Parça.

Mas não é apenas o acesso aos serviços bancários que a rede facilita. Ciente de que o cenário econômico foi fortemente impactado e muitos brasileiros encontram-se em situação crítica de endividamento, a fintech oferece a possibilidade de parcelar as dívidas em até 12 (doze) vezes no cartão de crédito ou pagá-las à vista no débito. “A população ganha um respiro em relação às contas”, explica Brizoti.

Para este ano, a marca, que está presente em mais de 19 estados brasileiros, espera fechar mais de 140 contratos com franqueados em todo o Brasil e movimentar mais de R$100 milhões em todos os totens. Até dezembro de 2021 a Parça terá aproximadamente 520 totens em operação.

Deixe uma resposta