Startup de criação de aplicativos delivery cresce 56% durante a pandemia e ajuda empresas a economizar

Com a pandemia, os estabelecimentos tiveram que se adaptar a outros meios para chegarem até seus clientes e a maioria optou pelo delivery. O crescimento de 187% em um ano mostra que a modalidade é uma realidade consolidada.

Foi no contexto pré-pandemia, em 2017, que a Creapp nasceu com o objetivo de ajudar as empresas a alcançarem seus clientes de maneira rápida e simples, sem a necessidade de aplicativos de terceiros e com taxas menores que a praticada pelo mercado. De março de 2020 a março de 2021, a startup cresceu 56%. Em números absolutos, os quatro clientes pagantes iniciais da startup se tornaram 211 em um ano.

A empresa projeta um faturamento de R$100 mil para esse ano, além de se tornar uma solução mais vantajosa para pelo menos 5% do mercado nos próximos anos. “O app permite que as empresas tenham mais autonomia e agilidade em todo processo da venda. Temos funções de gerenciador que ajudam a coletar o pedido, atualizar o status de produção, acompanhar e calcular o valor de cada entrega”, explica Fernando Duque, CTO da startup.

A empresa pratica uma taxa fixa mensal e, diferente dos demais apps, não cobra taxa extra por pedido. O aplicativo personalizável fornecido pela Creapp tem funções pagas à parte, como a comanda virtual, disparo de SMS e customizações mais elaboradas.

O aplicativo tem usabilidade simplificada e o dono da empresa pode cadastrar seus produtos ou serviços sem nenhuma dificuldade. Mesmo assim, a empresa oferece total suporte. “Nossa equipe ajuda as empresas a usarem a ferramenta, a entender a melhor maneira para cadastrar os produtos, gerenciar o aplicativo e, ainda, como impulsionar as vendas”, conta Duque.

A área de cobertura do aplicativo da Creapp é maior que a dos aplicativos tradicionais de entrega. Com isso, as empresas cadastram seus motoboys, o que garante a qualidade das entregas. “Nós calculamos que nossos clientes têm uma economia que gira em torno de no mínimo R$3 mil, mas pode ser maior, porque eles são isentos, em média, de 15% de taxa por pedido”, relata o executivo.

A empresa vê ainda um crescimento de seus clientes após a adoção do serviço. Segundo dados levantados pela startup a respeito do desenvolvimento dos clientes, usuários ativos da plataforma passaram de um faturamento de R$241 mil, em março de 2020, para R$648 mil, em março de 2021.

“A Creapp ainda não está presente em todo território nacional, mas possuímos sistema ativo para atuar em todo o Brasil, por isso, temos a expectativa de deter 5% de todo o mercado de aplicativos delivery nos próximos 3 anos”, finaliza Duque.

Deixe uma resposta