Parcerias entre empresas e startups crescem e geram soluções inovadoras

De acordo com levantamento feito pela 100 Open Startups, cresceu 20 vezes o volume de acordos entre as empresas tradicionais e as startups, graças à agilidade destas para encontrar soluções novas para os negócios. O olhar dos empreendimentos que já nascem com a missão de usar tecnologia para resolver problemas e criar novas possibilidades tem atraído a atenção dos modelos mais convencionais. 

É o caso da gigante Midway Labs USA, parceira da startup Eduvem, focada na tecnologia, usabilidade e design, desenvolvendo produtos, aplicativos e ferramentas para melhorar a aprendizagem. Mas o que uma indústria de suplementos alimentares tem a ver com uma edutech? Para o CEO e fundador da Midway, Wilton Colle, tudo, pois foi a partir desta aproximação que foi criada a Universidade Midway, que tem como objetivo transformar atendentes, nutricionistas e farmacêuticos em profissionais aptos a transmitir ao consumidor informações detalhadas sobre suplementação.

Trata-se de uma questão vital, como afirma Colle: “as pessoas precisam de informação, para entender por que é importante, por exemplo, consumir vitamina D3. Se todos soubessem que ela atua no sistema imune, talvez os números de morte pela pandemia seriam bem menores”. 

A capacitação dos profissionais que atuam no canal farma gera, inclusive, economia para o consumidor final, que, com informação precisa, será mais assertivo ao consumir suplementação alimentar.

“Defendo que qualquer empresa ligada à área técnica, que precise ensinar os seus vendedores, a cadeia produtiva e comercial como funciona seu produto, deveria ter sua própria universidade. O McDonalds, por exemplo, tem a universidade do hambúrguer, porque tem muita ciência por trás do sucesso. Ciência sem comunicação, sem expor ao público, sem usar na prática, pouco adianta”, afirma Colle. 

Além da parceria com a Midway, a Eduvem tem em sua carteira de clientes empresas como TIX Telecom, Golden Technologia e FB Ideias. “Nosso intuito é disseminar o ensino de uma forma simples e fácil, desmistificando o modelo de 100 anos atrás, que já não funciona para a realidade de mercado que temos hoje. Acreditamos na importância da educação como fonte de transformação para pessoas, empresas e instituições, usando inovações tecnológicas para explorar novas formas de colaboração”, diz Thiago Jacinto, diretor de Operações na Eduvem. 

Deixe uma resposta