Rede de eletroeletrônicos ibyte adota aplicativo para atendimento psicológico de funcionários

Com as consequências psicossociais provocadas pelo isolamento social e situações de perdas de entes queridos, cuidar da saúde mental tornou-se ainda mais essencial. A solidão, o medo de perder o ente querido e o medo da morte são alguns dos principais sentimentos durante a quarentena, o que desencadeia uma série de complicações, como ansiedade, depressão e estresse. Embora alguns tenham acesso a atendimento especializado, nem todos têm disposição ou condições financeiras para procurar.

Diante disso, a ibyte, rede de varejo especializada em eletroeletrônicos, tecnologia e serviços de assistência técnica, investe na saúde mental dos colaboradores e disponibiliza o aplicativo Moodar, de forma 100% gratuita. Por meio dele, os colaboradores podem fazer exercícios, sessões de meditação, testes psicológicos e ainda buscar um profissional da psicologia para atendimento online.

“Essa é uma parceria da ibyte com a Startup Moodar que associou um grande time de psicólogos do Brasil todo, apresentando todas as especialidades de atendimento terapêutico”, pontua Tecia Caetano, Diretora de Desenvolvimento Humano, que lembra de outras iniciativas. A empresa vem preparando seus gestores há cerca de 10 meses nas temáticas de prevenção à saúde mental, através de um encontro com o nome Papo Cabeça, a fim de manter o equilíbrio emocional daqueles que lideram pessoas em tempos tão delicados, além de gerar subsídios para que os mesmos possam acolher as necessidades psicológicas de seus times.

De acordo com pesquisa da Market Analysis, apenas 2% da população adulta dos principais centros urbanos realiza consultas de atendimento psicológico. “O número é preocupante, e por isso a ibyte decidiu investir nesse acesso dos colaboradores ao cuidado com a saúde mental e na ibyte estamos com 5% do nosso quadro recebendo atendimento terapêutico porque estimulamos a busca pela ajuda de um profissional e o autoconhecimento para preservação da Saúde Mental”, finaliza Técia.

Deixe uma resposta