Startup brasileira de ensino a distância lança curso de Libras online e gratuito

O mais recente levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), no início de 2020, mostrou que o Brasil possui mais 10 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência auditiva. Destas, 2,7 milhões não ouvem nada, o que representa cerca de 5% de toda a população brasileira, e um dos maiores desafios de quem tem um quadro de perda parcial ou total de audição no contexto social é a dificuldade de comunicação.

A barreira na conversação impede a autonomia dos surdos para realizar as mais banais atividades do dia a dia, como ser atendido em um estabelecimento comercial ou pedir uma informação, e para grande parte dessa comunidade a forma mais eficaz de se expressar e interagir é a Linguagem Brasileira de Sinais. Atenta a esses dados e com a intenção de estimular a acessibilidade e inclusão social desta parcela da população, a Kultivi, uma das principais plataformas de ensino online do país, acaba de lançar um curso completo de Libras.

Voltado a surdos e ouvintes, o curso conta com um conteúdo exclusivo desenvolvido pela Kultivi em parceria com especialistas na linguagem. Completamente online e gratuito, a atividade é uma forma de tornar o acesso a capacitação em Libras mais efetivo e descomplicado. “Promover o acesso de toda e qualquer pessoa interessada na capacitação em Libras foi o que nos motivou a incluir o ensino desta linguagem em nossa plataforma. É um recurso de comunicação que amplia a independência e igualdade de acesso a informação entre surdos e ouvintes, e deveria sempre receber a mesma importância que o ensino de línguas estrangeiras”, afirma Cláudio Matos, CEO da Kultivi.  

Ministrado pela professora Isabela Jordão, surda oralizada e especialista em ensino de Libras e inglês, o curso conta com 60 aulas disponíveis em vídeo que são postadas no site da Kultivi ás terças e quintas e abordam todas as particularidades da linguagem nacional de sinais, incluindo, definição, alfabeto, vocabulário específico para cada situação, sinais gramaticais e verbos, expressões faciais e diferenças de região para região além de nomenclaturas adequadas para se referir a comunidade surda e dicas de convivência com pessoas surdas. “Tomamos o cuidado de convidar uma profissional com vivência na comunidade surda para elaborar o curso. Desta forma é possível abranger com ainda mais profundidade as reais prioridades de aprendizagem em Libras”, explica o CEO da Kultivi. O conteúdo também inclui certificado de conclusão e material de acompanhamento no formato de e-book. “Acrescentar o conhecimento em Libras ao currículo é tão vantajoso para o estudante, que ganha novas possibilidades profissionais, reforça o raciocínio lógico e ágil , quanto para toda a sociedade que aos poucos se torna mais inclusiva”, completa Cláudio Matos.

Deixe uma resposta