Escola de Energia: Energisa e Senai abrem 50 vagas para formação em Telemarketing no Ceará

o projeto Escola de Energia, do Grupo Energisa, está investindo na inserção de jovens no mercado de trabalho. A iniciativa abriu inscrições para o processo seletivo de 50 vagas para formação em Telemarketing, divididas entre Fortaleza e Eusébio (CE), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O curso, que será ministrado a distância, terá duração de dois meses, e as inscrições podem ser feitas até o dia 20 de junho por meio do site https://www.senai-ce.org.br/

Os estudantes que completarem a formação poderão ser contratados pela Energisa a partir da conclusão do curso. Nesse modelo, o aluno contribui com 50% (R$284,80) do valor total do curso do SENAI, que pode ser parcelado, enquanto a Energisa arca com a metade restante.  

A formação vem num momento oportuno para os mais jovens. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, mais de um em cada seis jovens deixou de trabalhar desde o início da pandemia a nível global. No Brasil, ainda em 2019, 47,2 milhões de jovens (28% da população ativa com mais de 15 anos) representavam 54% dos trabalhadores desocupados. 

A Multi Energisa, empresa de teleatendimento do Grupo, possui uma das sedes no município de Eusébio, na região metropolitana de Fortaleza. A empresa presta serviços como atendimento, ouvidoria e cobrança a 11 estados em que a Energisa atua como distribuidora de energia, alcançando seus 8 milhões de clientes, o equivalente a 20 milhões de pessoas. Em 2020, a Multi atendeu a mais de 9 milhões de chamadas. 

Antonio Negreiros, diretor de Gente do Grupo Energisa, considera que o projeto é uma oportunidade para os jovens iniciarem suas carreiras. “Atuamos num setor que é estratégico e fundamental para o país, com uma demanda crescente de profissionais qualificados em diversas regiões. Portanto, com a Escola de Energia, firmamos um compromisso com uma instituição renomada para gerar essas oportunidades em todo o Brasil”, afirma o executivo, destacando que candidatos PCDs também são bem vindos ao projeto. 

Potencializar a formação profissional, fortalecendo o conhecimento técnico e gerar oportunidades de empregabilidade e crescimento é um dos objetivos estratégicos da Energisa. A parceria entre o projeto Escola de Energia e o SENAI ocorre desde 2013 e, a partir de 2017, foi ampliada em nível nacional após a assinatura de convênio com a Confederação Nacional da Indústria. Desde então, a Escola já formou mais de 1,6 mil profissionais em todo o país, sobretudo em áreas ligadas à energia elétrica. 

Deixe uma resposta