Médico cubano morto pela #covid19 é homenageado por deputada cearense

A deputada Aderlânia Noronha (SD) apresentou à Assembleia Legislativa do Ceará o projeto de lei 229/21, que denomina Ramon Enrique Quesada Rodriguez o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) a ser construído no bairro Beleza, no Conjunto Manoel Gomes, no município de Parambu.

O médico Ramon Enrique era cubano e atuava havia 14 anos como na Estratégia Saúde da Família no Município de Parambu. Faleceu no dia 16 de maio, no hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, na cidade de Tauá, após contrair Covid-19.  

“Uma justa homenagem ao querido Doutor  Rámon, que tanto ajudou ao povo de Parambu. Sempre atencioso e prestativo com a nossa população, principalmente os mais carentes, disse a parlamentar. “Desta forma, ao nominar Ramón Enrique Quesada Rodriguez, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) que será construído no bairro Beleza, estaremos  reconhecendo os excelentes serviços prestados por ele não só em Parambu, mas em toda a Região dos Inhamuns”, lembrou Aderlânia.  

Ramón Enrique Quesada Rodriguez nasceu em 10 de outubro de 1964. Filho de Ramón Quesada Canovas e Idolidia Rodriguez Mortales, casou-se com uma baiana. Tinha um filho brasileiro e uma filha cubana. Ramon era cubano e atuava havia 14 anos como médico da Estratégia Saúde da Família no Município de Parambu. Muito querido pela população parambuense pelos serviços prestados ao longo desse período, faleceu no dia 16 de maio de 2021, na UTI do hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, na cidade de Tauá, após contrair Covid-19 e sofrer sucessivas paradas cardíacas.

Deixe uma resposta