Colômbia alivia restrições na pandemia e cresce 112% nas buscas por passagens aéreas

Mesmo com a pandemia, turistas do Brasil já estão de olho nas próximas férias na Colômbia. Em maio, a alta de pesquisas de voos partindo de aeroportos brasileiros com destino a Bogotá saltou em 112% no comparativo com abril deste ano, segundo os dados do KAYAK, buscador de viagens.

A alta nas buscas dentro da plataforma vem cerca de duas semanas após o fim das restrições de voos entre o Brasil e a Colômbia e segue o mapeamento de tendências de viagens para 2021. No último dia 13, o governo colombiano anunciou a retomada das operações aéreas e, desde então, os turistas brasileiros podem viajar para o país vizinho.

Outro fato que os turistas do Brasil devem se atentar ao tentar viajar para a Colômbia é que o fim das restrições não exclui o uso da máscara e a apresentação de um teste RT-PCR com resultado negativo (tanto na ida quanto na volta), realizado em até 96 horas antes do voo. Apesar do alívio, as restrições estão sujeitas a mudanças e o viajante precisa ficar atento.

Conforme os dados do KAYAK, o valor médio da passagem aérea partindo do Brasil com destino a Bogotá está por cerca de R$ 3.800. Contudo, é possível encontrar o melhor valor para a rota configurando um alerta personalizado, com filtros de alterações flexíveis, no site do metabuscador. Assim que os valores baixarem, o viajante é avisado por e-mail.

Para evitar dores de cabeça com preço ou as medidas adotadas pela Colômbia, a pedida é conferir o mapa de restrições de viagens antes de comprar os bilhetes para qualquer destino. Veja dicas para comprar uma viagem para Bogotá:

  • Baixa temporada: maio – Melhor época para evitar as multidões, com uma queda média de 17% no preço.
  • Alta temporada: dezembro – Época mais popular para voar, com um aumento médio de 20% no preço.
  • Reserve pelo menos três semanas antes da partida para conseguir um preço abaixo da média.
  • Reserve voos baratos a partir de São Paulo para Bogotá

Deixe uma resposta