Famílias de São Gonçalo são atendidas com cestas em parceria entre Estado do Ceará e empresa privada

Seiscentas famílias do município de São Gonçalo do Amarante (CE) começaram a receber cestas básicas, em ação da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Estado (SPS) e UTE Pecém, usina termelétrica do Grupo EDP. As cestas foram doadas pela empresa do setor elétrico e estão sendo entregues às famílias em vulnerabilidade social, identificadas pela SPS no município. Ao todo, a doação será de 1.800 cestas básicas divididas nos meses de junho, julho e agosto – 600 unidades por mês.

“Estamos levando estas cestas para todas as regiões do Ceará e nada é mais gratificante do que ver o rosto destas mães e pais que saem daqui com a certeza de que não vai faltar alimento na mesa para seus filhos. Estamos todos em um momento de muitos desafios e precisamos unir forças para garantir a dignidade destas famílias”, destacou a titular da SPS, Socorro França.

Cada cesta tem 17 kg de alimentos. A distribuição é parte do Programa Mais Nutrição, idealizado pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e que já beneficiou 35.586 famílias, com a doação de 734.514 kg de alimentos, desde o início da pandemia do coronavírus.

Sara Beatriz saiu da entrega com um sorriso de uma ponta a outra. “Estou muito aliviada de saber que nestes próximos três meses vou ter como alimentar minha filha”, comenta a beneficiária, mãe da pequena Luna Tainá.

Para a analista de Responsabilidade Social da UTE Pecém, Danielle Viana, a segunda onda da crise do coronavírus se tornou o momento mais desafiador e crítico da pandemia no País. “É nessa hora que a EDP reforça seu compromisso social e se mobiliza no estado para ajudar na preservação de vidas. Sabemos que os equipamentos hospitalares vão ser essenciais no combate ao coronavírus e que as cestas trarão alento a inúmeras famílias sem condições financeiras, visto que a fome também não espera”, avalia.

Outros benefícios

As doações se somam a outros benefícios do Governo do Ceará, como os mais de 500 mil Vales Gás Social, distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade social e jovens do Programa Superação. Além disso, o Governo está com inscrições abertas para o Auxílio Cesta Básica, benefício que vai oferecer R$ 200 para compras de alimentação aos profissionais que tiveram a renda reduzida por conta da pandemia. O Cartão Mais Infância foi ampliado para até 150 mil pessoas e o valor passou de R$ 85 para R$ 100.

Deixe uma resposta