Relação entre arte e natureza é tema da programação virtual do CCBNB de Fortaleza

Na Semana do Meio Ambiente, a programação virtual do Centro Cultural Banco do Nordeste exibe atividades que trazem à tona a utilização de elementos naturais na arte. As apresentações poderão conferidas gratuitamente até domingo (6.6), no canal do CCBNB no YouTube.

Hoje, logo mais às 16h, com o tema “A natureza que nos adorna”, Pollyanna Calixto vai ensinar crianças a produzirem biojóias e acessórios naturais, utilizando cabaças, folhas, flores, sementes, penas de aves e barbantes como matérias-primas. O objetivo é ampliar o olhar sobre o uso desses recursos naturais e despertar o conhecimento e a visão a respeito dessas tecnologias. “Entendemos que os adornos naturais, além de uma função estética, cumprem também uma função, mística e física, de proteção para quem utiliza”, afirma a psicóloga e artesã, que é natural de Sousa e reside em João Pessoa.

No sábado, 5 de maio, a artista visual pernambucana Eliana Amorim apresenta a exposição “Entre curas e lembranças: o uso de tinturas medicinais na pintura”, a partir das 16h. São processos artísticos de pintura com imagens que perpassam o universo das práticas curandeiras dos sertões, desenvolvidas com tinturas feitas a partir de ervas medicinais infusas em álcool. As imagens trazem memórias pessoais e coletivas de processos e vivências de curas, nos quais as ervas presentes nas tinturas também fazem parte das lembranças.

Herança ou que aprendi sobre o amor. Este é o tema do vídeo da artista paraibana Li Vasc, que será exibido no sábado (5), às 18h. Trata-se de microaula que vai gerar uma imagem fotográfica, utilizando pigmentos de plantas. O trabalho emergiu durante o processo terapêutico em que a artista se debruçava sobre os seus sentimentos, especificamente sobre o Amor. A partir de uma abordagem arqueológica, ela revisitou lugares e questionou suas memórias, ideias e conceitos sobre esse tão complexo sentimento. A pesquisa com plantas foi empreendida de modo a representar um processo de cura, utilizando-se tanto de uma reelaboração em “garrafadas medicinais”, como da revelação de imagens fotográficas por meio de pigmentos de plantas.

PROGRAMAÇÃO VIRTUAL CCBNB

Dia 4, sexta-feira

Criança e Arte – Oficina
16h – Oficina de Arte – A natureza que nos adorna: produção de biojóias.

Música Vocal
20h – Pedro Paulo Chagas (Crato-CE)

Dia 5, sábado

Artes Visuais – Exposições
16h – Entre curas e lembranças: o uso de tinturas medicinais na pintura

Oficina de Formação Artística
18h – Herança ou que aprendi sobre o amor

Dia 6, domingo

Cinema – Longametragem
18h – ‘’cidade desterro’’ ou o cinema como um gesto de despedida

Música Instrumental
20h – Brutu’s Street Band

Deixe uma resposta