Programa Comida em Casa, da Prefeitura de Fortaleza, entregou 294 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade

Atender pessoas em situação de vulnerabilidade de Fortaleza, garantindo a segurança alimentar neste período de pandemia. Este foi um dos objetivos do programa Comida em Casa, que entregou 294 mil cestas básicas para beneficiários do programa Bolsa Família que não possuem alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino, entre abril e junho. 

Uma das beneficiárias do programa Comida em Casa, Maria Bento dos Santos, que mora no Conjunto Palmeiras, parabeniza a iniciativa da Prefeitura, destacando que o benefício chegou em boa hora. “Recebi as três cestas básicas. Sou muito grata, pois ajudou muito na alimentação dos meus filhos nesse momento de crise”, disse.

Lançado em abril, o Comida em Casa, executado pela Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), integrou o Programa Fortaleza por Todos, destinado à população mais vulnerável de Fortaleza como medida de enfrentamento à pandemia da Covid-19. “Finalizamos o programa sabendo que ajudamos a garantir a segurança alimentar de milhares de famílias que tiveram a renda comprometida em meio à segunda onda da pandemia”, destaca o titular da SDHDS, secretário Cláudio Pinho. 

A SDHDS entregou as cestas básicas nos 27 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e 27 escolas municipais. Apesar de a Prefeitura ter disponibilizado o telefone 156 e a SDHDS ter feito busca ativa com base nos dados do Cadastro Único, muitas famílias acabaram não indo buscar o benefício. 

A cesta básica é um benefício eventual distribuído em situações de vulnerabilidade temporária por falta ou dificuldade de acesso a alimentos, oferecidas no campo da política de assistência social. Isso significa que a entrega de cestas básicas continua sendo realizada nos CRAS, a famílias atendidas nos equipamentos.

Deixe uma resposta