Demanda por treinamentos corporativos online dispara na pandemia e empresa do setor cresce 200% em 2021

A demanda por treinamentos corporativos voltou novamente a ficar aquecida no Brasil. Antes bastante concentrado no formato presencial, o setor se reinventou e passou a ser majoritariamente digital, até mesmo por conta da necessidade de isolamento social entre as pessoas. Nesse cenário, saíram na frente as empresas que já comercializavam esse tipo de solução no ambiente online. É o caso da LEO Learning Brasil – empresa de soluções digitais para treinamentos corporativos – que conseguiu aproveitar a maré a favor e registrou um crescimento de 200% nos primeiros cinco meses do ano em relação ao mesmo período de 2020.

A companhia que encerrou o ano passado com um faturamento de R$ 12 milhões tinha a expectativa de crescer neste ano cerca de 70% e alcançar a marca de R$ 20 milhões. Porém, com esse crescimento avassalador nos primeiros meses do ano, a companhia já elevou sua estimativa de faturamento para R$ 30 milhões, um aumento de 150% sobre a receita atingida em 2020. 

Para Richard Vasconcelos, CEO da LEO Learning Brasil, o grande salto neste ano é resultado do investimento em inovação e tecnologia de novos produtos para a base de clientes. “Atualmente estamos focados em desenvolver e adaptar ferramentas que possam auxiliar treinamentos voltados para educação corporativa de médias empresas. Além disso, estamos apostando em plataformas de ensino a distância para diversas instituições educativas. E também, não podemos deixar de citar, o desenvolvimento da ferramenta de eventos digitais, que tem sido bastante promissora nesse nosso crescimento”, comenta o executivo.  

Para o próximo ano, a previsão é começar a internacionalização da marca na América Latina. No momento, a LEO Learning Brasil já tem projetos pilotos em algumas empresas do ramo varejista no Chile e no Peru. Vale ressaltar ainda que a companhia recrutou 100 novos profissionais nos últimos 12 meses, saindo de 40 para 140 colaboradores. Para sustentar o ambicioso plano de crescimento até o fim do ano, a organização está recrutando 20 novos funcionários entre desenvolvedores de software, profissionais especializados em produção de áudio e vídeo, UX designers, analista de suporte, roteirista educacional, entre outras posições.

Deixe uma resposta