Empresas se esforçam em vendas no Brasil e crescem apesar da pandemia

Nos últimos anos, à medida que o consumidor final ficou mais exigente e tem maior conhecimento sobre determinado produto, empresas apostam cada vez mais em tecnologia. Seja para aperfeiçoar seu time de vendedores ou para obter melhores níveis de conversão de vendas. Nesse cenário, as soluções tecnológicas surgem com maior frequência e apresentam um novo paradigma a uma das profissões mais antigas de todos os tempos. 

Principalmente durante a pandemia, em que os vendedores se adaptaram a um novo modelo de trabalho e o atendimento passou a ser remoto, empresas dos mais variados setores recorreram à tecnologia desenvolvida por startups a fim de gerar mais facilidade e praticidade na vida dos vendedores. No último ano, a Play2sell – primeira plataforma especializada no treinamento de vendedores por meio de games no Brasil – cresceu 113% e transformou treinamentos monótonos em momentos de aprendizado e diversão, gerando negócios que causam impacto em diversos setores, como: imobiliário, varejo e farmacêutico.

A empresa desenvolve estratégias mais eficazes e estímulos corretos, que unem interação e diversão, e colabora com a transformação na forma de vender e se comunicar. “Nós acreditamos que a educação empodera os profissionais e, por meio da nossa plataforma, queremos transformar a maneira como os vendedores aprendem no ambiente corporativo”, explica Felipe dos Santos, CEO e fundador da Play2Sell.

Já a Ramper, startup criadora da principal plataforma de prospecção digital de vendas B2B do Brasil, segue em ritmo de crescimento desde sua fundação, em 2017. Com isso, tornou-se autoridade no mercado pela sua plataforma de prospecção digital, capaz de escalar os negócios B2B sem perder a humanização na relação comercial. Recentemente, a empresa anunciou seu segundo aporte, no valor de R$ 8 milhões, captado junto à gestora de venture capital DOMO Invest e acompanhado pelo fundo Smart Money Ventures. O primeiro, no valor de R$ 1 milhão, ocorreu em 2018 e desde então a startup viu seu faturamento anual aumentar em mais de 20 vezes. Atualmente com mais de mil clientes ativos em sua carteira, a Ramper espera crescer 100% em faturamento até o primeiro trimestre de 2022. 

Com a proposta de acelerar o crescimento de empresas B2B, a Ramper identifica e capta o contato de tomadores de decisão e, com os contatos segmentados, os vendedores podem automatizar a abordagem por e-mail, além de receber alertas da hora certa de efetuar uma ligação e iniciar uma conversa por chat, o que possibilita escalar a prospecção sem perder a proximidade da relação e a conversa personalizada. “Nossa plataforma alimenta o funil de vendas com leads qualificados de forma automatizada. Os leads gerados são integrados às principais ferramentas de e-mail, CRM e marketing digital do mercado. Pelo fato de todo o processo acontecer de forma digital, tudo o que é feito na Ramper gera estatísticas e análises minuciosas para o time decidir onde investir seus esforços”, finaliza Ricardo Corrêa, fundador e CEO da Ramper.

Deixe uma resposta