Natura amplia assistência a consultoras em vulnerabilidade social devido à pandemia

Desde o início da pandemia, a marca de higiene e cosmética Natura estruturou medidas para apoiar consultoras em situação de vulnerabilidade social. Este ano, o acolhimento à força de vendas passou a ser feito por meio da Central de Apoio Social Natura, uma central de atendimento única, que funciona diariamente, 24 horas por dia, e oferece gratuitamente assistência social, telemedicina, suporte psicológico, apoio contra violência doméstica e auxílios financeiros para alimentação, calamidade pública e despesas médicas. As ações incluem ainda um mecanismo de transferência direta de renda que já ultrapassou R$ 1,2 milhão em doações para mais de 5 mil consultoras. Em nova fase, a Central agora amplia a cobertura para atender mais pessoas em todo o Brasil e, a partir do segundo semestre deste ano, também nos demais países da América Latina em que a Natura opera.

Para ter acesso aos benefícios, a única condicionalidade é ser Consultora de Beleza Natura há pelo menos três meses e acionar a Gerente ou Líder de Negócios, responsável por habilitar o atendimento ao 0800. Uma vez em contato com a Central de Apoio, a profissional é acolhida por uma assistente social, treinada para avaliar o contexto e o grau de vulnerabilidade em que a Consultora se encontra, direcionando-a para os serviços compatíveis com as suas necessidades.

“Estamos diante de uma das maiores crises humanitárias dos últimos tempos. Precisamos cuidar das pessoas e buscar mitigar as consequências negativas da pandemia se quisermos vislumbrar um futuro mais digno e menos desigual. Por isso, estamos reforçando as ações de apoio às pessoas da nossa rede em situação de vulnerabilidade social”, afirma Erasmo Toledo, vice-presidente de Negócios Natura Brasil. “A Central de Apoio às consultoras Natura vem sendo um instrumento muito importante nesse sentido, e a nossa proposta é que a inciativa seja perene, assim como o mecanismo de transferência de renda”, complementa.

Embora ações de apoio já fossem ofertadas desde o início da pandemia em 2020, o modelo de central única de serviços de assistência social foi testado em projeto piloto durante o agravamento da crise sanitária no Amazonas, no início deste ano. Ao constatar a necessidade de intensificar o resguardo do bem-estar social da força de vendas diante do colapso hospitalar no estado, a Natura estruturou um canal de atendimento. Em apenas três meses – de janeiro a março – a renda transferida para Consultoras nessa região foi 400% maior em comparação com as doações no ano passado.

O sucesso da operação demonstrou que unificar todos os serviços sob um mesmo canal era o caminho certo para facilitar o acesso e alcançar mais pessoas. Assim, para expandir o projeto, o portfólio de serviços sociais foi ampliado. O novo formato da Central de Apoio Social Natura permite atender pessoas em situação de vulnerabilidade de toda a base de Consultoras Natura, formada por mais de 1,3 milhão de pessoas no Brasil. A partir do segundo semestre deste ano, o acolhimento chegará aos demais países da América Latina em que a Natura mantém operações – Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru.

Ao atuar como o principal canal de chegada de Consultoras em vulnerabilidade à Central, Gerentes de Negócio de todo o Brasil receberam treinamento para identificar, acolher e encaminhar as profissionais de sua base para o processo de triagem e acesso aos benefícios. “A adversidade e um cenário tão doloroso foram um motor de inovação social para enfrentarmos as vulnerabilidades sociais da nossa força de vendas de maneira ágil e efetiva. Somos uma empresa feita de relações e, por isso, nossas lideranças comerciais tiveram desde o início um papel decisivo para o funcionamento dessa rede de apoio ao detectar com rapidez as profissionais de sua base que mais precisavam de ajuda”, explica Penélope Uiehara, diretora de Marketing de Relacionamento da Natura.

A ação integra esforços do grupo Natura &Co – formado por Natura, Avon, The Body Shop e Aesop – para prestar apoio e assistência às Consultoras e Representantes em situação de vulnerabilidade. Recentemente, o grupo reservou R$ 10 milhões para reforçar os fundos emergenciais nos países em que atua, montante que apoiará o processo de expansão do canal na América Latina e também para Representantes Avon.

Movimento Natura  

As iniciativas foram idealizadas e capitaneadas pelo Movimento Natura, área da empresa que há mais de 15 anos se dedica exclusivamente à geração de impacto social através da venda direta e que tem reafirmado seu propósito com a chegada da pandemia de Covid-19.

Assim como a Central de Apoio, os projetos à frente do Movimento buscam aumentar o desenvolvimento social das Consultoras de Beleza Natura e empoderá-las como agentes de transformação social dentro de suas comunidades. Um exemplo é o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das Consultoras, o primeiro do tipo criado no mundo. Desenvolvido em parceria com o economista Flávio Comim, ex-consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), desde 2014 mede as condições de vida das profissionais nas dimensões saúde, conhecimento e trabalho e, a partir dos resultados, define estratégias de impacto social. Em 2019, por exemplo, o IDH cresceu 3,1% em comparação com 2017.

O indicador aponta que, ao trabalhar como Consultora de Beleza Natura por um ano, o IDH da profissional aumenta, em média, 1,8%. “Atualmente, estamos desenvolvendo um indicador social em tempo real para acompanhar individualmente a evolução socioeconômica de cada Consultora e, posteriormente, também funcionará como insumo para o aprimoramento dos benefícios vigentes e a implementação de novos serviços”, conta Geraldo Aleandro, gerente de Transformação Social da Natura.

Deixe uma resposta