@Assembleia_CE tem agenda alusiva ao Agosto Lilás, ação de combate à violência contra mulher

O Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC), a Célula de Qualificação dos Servidores, a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce) e a Procuradoria Especial da Mulher (PEM) realizam neste mês eventos alusivos ao Agosto Lilás, que tem como objetivo chamar a atenção para a violência praticada contra as mulheres. 

As atividades, conforme a secretária do MMLC, Viviane Vale, é uma oportunidade de envolver e sensibilizar a todos sobre os diversos aspectos que envolvem a violência praticada contra as mulheres. “A gente pode usar esse tipo de evento para educar e conscientizar a todos. É uma bandeira nossa, e isso é muito importante para quem faz a Assembleia”, pontua.

No próximo dia 26, o Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC) realiza, por meio do projeto Bem-Me-Quero, com horário a ser definido, aula inaugural do curso voltado para mulheres em cumprimento de pena – em regime aberto ou semiaberto – e familiares do sexo feminino de apenados. O projeto resulta de termo de cooperação firmado entre a Assembleia e o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) e visa resgatar a autoestima e fortalecer a inteligência emocional das participantes.

O curso trabalha em cima de temáticas restaurativas. “Nessa nova turma haverá também mulheres vítimas de violência doméstica indicadas por juízes que trabalham em cima de temáticas restaurativas”, explica Viviane Vale.

As atividades coincidem com a celebração dos 15 anos da Lei Maria da Penha, considerada legislação de referência em todo o mundo no combate à violência contra a mulher.

A Associação dos Servidores da Assembleia Assalce (Assalce) também está promovendo ações de apoio ao Agosto Lilás em parceria com o Núcleo de Comunicação Interna da Casa. Durante todo o mês de agosto serão apresentados, no Portal do Servidor e nas redes sociais da Assalce, conteúdos para fortalecer a luta de combate à violência contra as mulheres.
ZAP DELAS

A Procuradoria Especial da Mulher lançou o Zap Delas, novo canal de comunicação direta destinado ao atendimento de mulheres e meninas em situação de violência no Ceará. A ferramenta, oferecida por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, está disponível pelo número (85) 9.98140754.

Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e contam com servidoras capacitadas para identificar possíveis casos de violações contra mulheres e meninas.

Deixe uma resposta