Startups nordestinas crescem e vão na contramão da crise na pandemia

As startups brasileiras bateram recorde histórico de investimentos no primeiro semestre de 2021 e o volume aportado em startups nos primeiros seis meses do ano já ultrapassou em 45% o total investido em todo o ano de 2020. É o caso da Even3, startup que simplifica a organização de eventos online, que recebeu um aporte de R$ 4 milhões do fundo DOMO Invest, do programa de aceleração mineiro Seed e de anjos como Guilherme Moura – da família dona das Baterias Mouras, e, do Kalea, assessoria digital de crédito para empresas, que foi acelerada no pelo programa do LIFT LAB do Banco Central. 

Com esse aumento, os ecossistemas de inovação brasileiros têm ganhado destaque no cenário internacional, especialmente a região do Nordeste, que segundo material publicado pelo portal internacional Rest of World, Recife está colocada como uma das seis cidades do mundo que lideram a construção do futuro da indústria de TI. Ao lado de Lagos (Nigéria), Bangalor (Índia), Shenzhen (China), Tel Aviv (Israel), Medellín (Colômbia), a capital pernambucana é destacada na publicação pelo papel do hub de tecnologia do Porto Digital, que transformou o Recife em referência no assunto não só no Brasil, mas no mundo. Segundo a Associação Brasileira de Startups (AbStartups), o Nordeste já conta com um total de 1171 startups. 

Startup que simplifica a organização de eventos online 

A Even3 foi criada por três amigos em Recife, cientistas da computação, Leandro Reinaux, 33, Renato Cruz, 32, e Cláusio Barbosa, 33. Há cerca de um ano, a empresa era apenas responsável pelo arranjo de simpósios, cursos e conferências presenciais para professores e alunos de diversas universidades do país. “Ainda pretendemos continuar com esses tipos de ações, mas, com a pandemia, vimos a necessidade de nos reinventar, e, claro, lucrar com o mercado que mais estava crescendo no mundo: o online”, explica Renaux.

Em apenas um ano, com essa transformação do negócio para agregar uma atuação online, a Even3 aumentou sua demanda em 300%, realizando uma média de 6 mil eventos virtuais por mês. “Por meio da alta tecnologia que oferecemos, garantimos total segurança na transmissão, e, mesmo reunindo até 50 mil pessoas em um mesmo evento, conseguimos gerar interatividade e sucesso, segundo relato dos nossos clientes”, conta Cláusio Barbosa.

“Tendo o foco no cliente como um dos seus principais pilares, a Even3 conta hoje com três frentes de atuação: a Even3 Eventos (com foco em congressos, simpósios, cursos, webinars e conferências, a Even3 Publicações (dedicada à veiculação de TCCs, revistas e livros, como alternativa às editoras tradicionais), e a frente de Empresas (criado em 2020, o produto permite que companhias e instituições de ensino realizam eventos em um ambiente personalizável com as características das marcas e companhias, e integrado à sistemas de captação de leads)”, conclui Renato Cruz. 

Primeiro marketplace reverso do setor de crédito do país

O Kalea funciona como uma assessoria digital de crédito para empresas, a startup foi desenvolvida em 2020 e passou pelo programa de aceleração do LIFT LAB do Banco Central, apoiado pela Microsoft. Luiz Falbo Di Cavalcanti, CEO e fundador da startup enxergou a possibilidade de facilitar todo processo de solicitação de crédito em uma só plataforma, unindo instituições financeiras e empresas, sem burocracia, com agilidade, rapidez e total privacidade dos dados. 

O Kalea, que lançou o seu MVP no início deste ano e já opera em todo país, tem como grande diferencial o uso de inteligência artificial para empoderamento das empresas, destacadamente as MPME´s, frente ao sistema financeiro.

Na plataforma já estão cadastradas mais 430 empresas em 24 estados do país. “Até hoje, para solicitar um empréstimo, é necessário ir a um banco e preencher uma série de documentos, para, a partir daí, dar início à avaliação do pedido. O problema é que caso o pedido não seja aprovado, todas essas etapas deverão ser realizadas novamente em outra instituição. Além disso, existe uma grande demora, aliada ao alto número de solicitações. Foi olhando para esse gargalo que surgiu o Kalea, que oferece uma plataforma que desburocratiza e facilita todo o processo”, conta o CEO. 

Deixe uma resposta