A Coluna do Roberto Maciel (sábado, 11.9): Bolsonaro só consegue democratizar a desconfiança

  • Passados os episódios conturbados de 7 e 8 de setembro, marcados por ameaças golpistas de Jair Bolsonaro e pelo recuo – chamado de “arrego” por muitos críticos – a que ele se submeteu, pode-se concluir que o presidente da República alcançou uma situação inusitada, única, na História do Brasil. E, sob ponto de vista nenhum, trata-se de algo elogiável. Bolsonaro conseguiu desagradar até quem o apoiava incondicionalmente – como uma milícia de pseudo-caminhoneiros guiada por um criminoso de alcunha “Zé Trovão”. Se foi uma artimanha plantada, foi mal plantada. Deu ruim.
Estadão в Twitter: "William Waack: 'Autoridade de Bolsonaro está sendo  diluída por ele mesmo ao cair no ridículo' https://t.co/1jA953fn3j…  https://t.co/y7tZsJj01w"

Meio a meio
Veja só: quem conhece Bolsonaro não confia nele porque sabe do que ele é capaz; quem não conhece Bolsonaro não confia nele porque não sabe do que ele é capaz. Não há aqui humor, ironia, sarcasmo ou espanto. O que há são, de quaisquer lados, manifestações de preocupação sobre a instabilidade na qual o País inteiro permanece atolado. O noticiário favorável ao Planalto, que vem destacando indicadores eventualmente positivos da economia e enaltecendo o que aliados chamam de “postura pacificadora” do presidente diante do clima tenebroso que ele mesmo causou, não basta. É necessário que se estabeleçam meios que deem à sociedade local e aos parceiros internacionais tranquilidade para que possam resolver demandas de hoje – que não são poucas e são graves – e planejar medidas futuras.

Engajamento
Tome nota: Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde; Federação das Indústrias (Fiec); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio); Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL); Tribunal de Justiça; Ministérios públicos Federal e Estadual; Defensoria Pública do Estado; Tribunal de Contas; Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará; Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Saúde; Associação dos Municípios; Universidade Estadual; Universidade Federal; e Sindicato da Indústria da Construção Civil.

Articulação
São essas as siglas que integram o Pacto Contra o Coronavírus no Ceará, articulação coordenada pela Assembleia Legislativa. O Pacto tem na agenda atividades em 12 municípios estratégicos. É, pode-se dizer, uma reação à imobilidade com que o governo federal se posta sob a pandemia que já matou mais de 585 mil brasileiros.

Aposta
A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara federal marcou para quinta-feira próxima (16.9) audiência sobre a incorporação de novas tecnologias em oncologia. O centro das abordagens tende a ser os tratamentos que os serviços públicos de saúde oferecem. E aí é possível antecipar que a defesa do SUS seja prioritária.

Em live
Mantive nesta semana papo muito bacana com o jornalista Nélson Augusto. Referência em cultura pop, conhecedor de múltiplas vertentes da música, Nélson é nome de citação obrigatória em qualquer estudo que se possa fazer sobre o rádio cearense. Expert em Beatles, apresenta uma série de programas na Rádio Universitária FM, da Universidade Federal do Ceará. Confira a live abaixo.

Duas décadas
Completam-se hoje 20 anos do atentado às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York. A data é marcante pela violência contra a vida e o ataque à democracia. Assim como da pandemia do coronavírus, o mundo guardará traumas e precisará, mais e mais, resguardar seus bens mais valiosos.

Farejando lucro

Para completar as memórias, o MBL – grupo de mercenários que fez fortuna pregando o impeachment de Dilma Rousseff – está prometendo manifestação gigantesca para amanhã (12.9), em São Paulo e outras cidades. Quer agora, dizendo-se à frente da esquerda, o que é mais uma mentira, liderar a oposição a Bolsonaro. Entre 2013 e 2018, o MBL fez a parte suja que Roberto Jefferson, Eduardo Cunha, FHC e o próprio Jair Bolsonaro não conseguiram fazer, dizendo ser a “cara nova” da política. Espalhou ódio e fake news. Deu no que deu.

Pela vida
O município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, segundo em número de habitantes no Ceará, recebe hoje a Oficina Despertar. Trata-se de iniciativa da campanha Setembro Amarelo, da Assembleia Legislativa, para prevenir suicídios. A programação será realizada na Escola Professor Antônio Valmir da Silva (Rua Coronel Correia, S/N – Centro).

Agenda da diversidade
E na próxima terça-feira (14.9) receberemos na Coluna da Hora (@robertoamaciel, no Instagram) a profissional de TI Renata Simões Cavalcanti. Reconhecida como um dos nomes mais destacados do setor no Ceará, Renata é exemplo de resiliência e combatividade. Nossa live terá início às 18 horas.

Renata Simões Cavalcanti - YouTube

Recursos
Soma R$ 10,5 milhões o pacote de investimentos do Governo do Ceará para equipar a Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) General Eudoro Corrêa. A instituição fica no bairro da Parangaba, em Fortaleza. O Estado diz que não fica a dever nada em qualidade e recursos técnicos a qualquer escola particular local.

Alô
A Coluna do Roberto Maciel e ao portal InvestNE são livres e abertos ao acesso público. Leitores e leitoras podem fazer contato pelo e-mail portalinvestne@gmail.com e pelo número de WhatsApp: +55 85 99855 9789. O espaço para comentários do site também está disponível logo abaixo da Coluna.

Deixe uma resposta