Pinterest: entenda como usar o novo queridinho das redes a favor do seu negócio

Artigo de Isis Vasques, diretora-executiva da Agência Ecco:

O Pinterest é uma rede social visual que visa auxiliar os usuários a encontrarem ideias e referências para diversos âmbitos, tornando-se um grande catálogo de inspirações. Para as marcas, ela vai muito além e ajuda até mesmo a aumentar o engajamento e as conversões do negócio quando incluídas em suas estratégias de marketing e comunicação. Ou seja, essa rede social traz uma oportunidade única para as empresas se aproximarem do público e até influenciar as decisões de compra. 

Segundo estatísticas da plataforma, 84% dos usuários usam o Pinterest quando estão decidindo o que comprar; 98% costumam experimentar algo que encontraram na rede social e 77% descobriram novas marcas ou produtos na plataforma. Além disso, a visão de que o Pinterest é apenas direcionado ao público feminino também já ficou para trás. As mulheres ainda são maioria, cerca de 70%, mas entre os novos usuários 40% deles são do sexo masculino.

Pensando nos perfis B2B, o Pinterest pode ser usado por qualquer categoria de empresa, principalmente aquelas que desejam ter uma forte presença digital. Para se destacar existem alguns pontos que valem considerar. Ao publicar os conteúdos, deve-se investir no formato vertical, pois, além de ocupar mais espaço da tela, é o que gera maior engajamento. Incluir texto nas artes também é interessante, pois ao destacar a foto com textos, a marca não dependerá da vontade do usuário para que leiam a legenda e, com isso, as oportunidades de viralização aumentam.

Falando nas legendas, a plataforma permite incluí-las igual as outras redes sociais. Nesse caso, técnicas de SEO são bem-vindas. As palavras-chave são essenciais na busca e as mais comuns são aquelas relacionadas ao segmento, produto, serviço desejado, localização, sexo e idade. Então, quanto mais específico, melhor. Os links também são sempre uma boa opção. No aplicativo é possível vincular a publicação a um site, tornando mais fácil dos usuários encontrarem o produto, serviço ou marca rapidamente e sem muitas dificuldades. Por se tratar de uma rede social totalmente visual, as imagens ilustrativas devem ser exploradas, fazendo com que a curiosidade e o desejo sejam despertados. 

Como todo novo recurso sempre é muito valorizado, investir neles é essencial. Com a conta business, é possível acessar as ferramentas de mensuração. Já o Pinterest Ads permite encontrar soluções para as metas de reconhecimento, consideração, conversões e vendas off-line do produto ou serviço em questão. E, no Idea Pin – similar aos stories do Instagram -, podem ser criados vídeos curtos, mas com um grande diferencial: eles não desaparecem depois de 24h e ficam salvos no perfil, podendo também serem salvos pelos usuários.

Recentemente, no Brasil, foi liberada a opção de criação de anúncios. Por isso, o potencial de aproveitamento para marcas na plataforma é extremamente grande. São quatro as principais possibilidades de destaques: padrão, onde a marca pode investir em imagens simples verticais ou quadradas; vídeos, ótimos para conteúdos de faça você mesmo; pin em carrossel, para incluir diferentes imagens em um único anúncio; e as coleções, formato híbrido que combina imagens e vídeos. 

Sem dúvida, o Pinterest é um meio em que as marcas devem começar a investir. Ela já trouxe e continuará gerando retornos altamente satisfatórios para diversas empresas. Antes de fazer isso, os gestores de marketing devem apenas se atentar ao mapeamento para entender onde o público-alvo se encontra, estudar as particularidades da rede social, estabelecer previamente os objetivos com a utilização da ferramenta, fazer um bom planejamento e, de preferência, contar com uma equipe capacitada para auxiliá-los no processo.

Deixe uma resposta