Brasil

BNB fomenta exportação com financiamento

Posted on

O Banco do Nordeste estabeleceu linha de crédito específica para a exportação da produção industrial e agroindustrial e atividades comerciais das empresas de todos os portes sediadas nos nove Estados da Região, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. A instituição financia até 100% do valor das necessidades de crédito, limitadas a R$ 100 milhões, de acordo com a localização e o faturamento anual dos empreendimentos.

O programa Nordeste Exportação – Fomento às Exportações Regionais (NExport) utiliza recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que tem taxas de juros diferenciadas, sem vinculação a variação da taxa de câmbio. A linha financia aquisição de matérias-primas e insumos utilizados no processo produtivo, mercadorias, máquinas, veículos utilitários, aeronaves, embarcações e equipamentos para revenda no mercado externo.

O Banco do Nordeste também financia gastos gerais para o funcionamento de empreendimentos com atividades voltadas ao comércio exterior, como folha de pagamento, contas de água e energia, combustíveis, lubrificantes, material de expediente e limpeza, despesas com manutenção de veículos, máquinas e equipamentos, postagem, frete, aluguel e condomínio. Os prazos para pagamento são de até 12 meses.

Em 2018, as empresas da Região já obtiveram R$ 105 milhões para exportação pelo NExport.

Hospitais podem ter linha de financiamento com dinheiro do FGTS

Posted on Updated on

Da Agência Brasil, com texto de Janary Júnior:

O Congresso Nacional recebeu a Medida Provisória que cria uma linha de crédito, com recursos retirados do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), para socorrer as santas casas e os hospitais filantrópicos que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O fundo poderá disponibilizar para a nova linha 5% do seu programa anual de aplicações. Segundo o Ministério da Saúde, isso equivale a cerca de R$ 4 bilhões este ano. Os operadores serão Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O risco financeiro da operação ficará com os três bancos oficiais.

O texto não fala em prazo para pagamento, mas o vice-líder do governo, deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), informou por meio de sua assessoria que será de 10 anos, sem carência. Perondi participou das negociações que deram origem à MP.

A taxa de juros não poderá ser superior à cobrada da modalidade pró-cotista dos financiamentos habitacionais, que beneficia trabalhadores com conta no FGTS. A linha tem juros mais baixos do que os praticados no mercado. Hoje está entre 8% e 9% ao ano na Caixa. A medida provisória estabelece ainda que a tarifa operacional cobrada pelo banco financiador ficará limitada a 0,5% do valor da operação de crédito.

A medida provisória altera a Lei do FGTS (Lei 8.036/90). Até a edição da MP 848/18, os recursos do fundo só podiam ser aplicados em habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana.

O governo alega que a edição da medida provisória é necessária para conter o endividamento das santas casas e hospitais filantrópicos, que representam 53% do total de atendimentos realizados pelo SUS. O alívio financeiro permitirá que estes hospitais invistam em tecnologia médica e melhoria da qualidade dos serviços.

Segundo o Ministério da Saúde, em 968 municípios a assistência hospitalar é realizada exclusivamente pelos filantrópicos ou santas casas.

A medida provisória será analisada inicialmente em uma comissão mista. É nesta fase que são realizadas as audiências públicas e apresentadas as emendas ao texto.

O texto aprovado na comissão será votado posteriormente nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

Comissão da Câmara vai preparar projeto antidrogas

Posted on Updated on

Texto publicado na Agência Câmara, assinado por Newton Araújo:

Os crimes relacionados ao tráfico de drogas representam quase 30% de tudo o que se julga na Justiça penal brasileira. E a maioria dos crimes violentos está ligada de alguma forma ao uso de entorpecentes ilícitos.

Para dar uma melhor solução jurídica à questão, a Câmara dos Deputados instituiu uma comissão formada por juristas, professores de Direito, membros do Ministério Público, e pelo médico Dráuzio Varela, a fim de preparar um anteprojeto e atualizar a Lei Antidrogas (11.343/06).

O grupo tem 13 integrantes e é presidido pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ribeiro Dantas. Segundo ele, o colegiado pretende fazer um debate “equilibrado” sobre o tema. “Quando formos ouvir autoridades no assunto, tentaremos convidar pessoas que tenham uma visão mais liberalizante e outras que tenham uma ótica mais dura sobre o problema. Buscaremos os dois lados para produzir um texto equilibrado”, disse.

Conforme Ribeiro Danas, depois de 12 anos de vigência da Lei Antidrogas, este é um momento ideal para revisar a atual legislação, que, na opinião dele, não possibilita a resposta satisfatória que a população exige.

“Trata-se de um tema que tem de ser discutido com toda a sociedade civil organizada. A droga leva ao crime organizado, ao aumento de homicídios. Temos de ter propostas que fortaleçam nossas fronteiras”, afirmou o parlamentar.

O grupo de especialistas que vai elaborar um anteprojeto para atualizar a Lei Antidrogas tem prazo de 120 dias para a conclusão dos trabalhos. No início de dezembro, a comissão fará uma audiência pública para discutir o texto a ser elaborado. Pelo cronograma apresentado, a votação da proposta ocorrerá em 14 de dezembro.

Instrumentos raros em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

A quinta edição do Festival Fortaleza Instrumental acontece de hoje a  sexta-feira (10 a 14 de setembro), nos espaços da Associação Cultural Solidariedade e Arte (Solar)  e  Teatro do Sesc Emiliano Queiroz.  A programação é gratuita.

Esta quinta edição é dedicada a instrumentistas que desenvolvem processos criativos com  instrumentos  não muito comuns no Brasil,  como, sítar e tabla (instrumentos indianos), ukulelê,  Alaúde e instrumentos confeccionados de barro e vidro, além de outros com a rabeca e o berimbau.

O Festival também tem como diferencial seu aspecto de formação como oficinas e seminários. Os seminários acontecem no dia 10, a partir das 17h, na sede da Associação Solar (Avenida da Universidade, 2333 – Benfica) e abordam temas como as leis de incentivo a cultura, os editais culturais e as práticas de projetos de cultura. Dias 11 e 12, sempre a partir das 18h, também acontecem as oficinas na Solar. Dia 11 terá a prática de construção de berimbaus com o mestre Magnata (Paraíba), e dia, 12, Iniciação em Ukelele com Alex Vasconcelos, de Fortaleza). Já no dia 13, no Teatro Sesc Emiliano Queiroz ocorrem as oficinas de Raga; A Melodia Indiana com Fábio Kidesh (São Paulo), às 14h e a de Tala: O conceito rítmico da música indiana com o tablista Pedro Léo. Para se inscrever nas oficinas e seminários basta ligar para 085 – 32261189 (Solar) e se apresentar no próprio local e horário das atividades.

Os shows do 5º Festival Fortaleza instrumental acontecem nos dia 13 e 14 no Teatro Sesc Emiliano Queiroz e começam sempre às 19h, com entrada franca.  Dia 13 se apresentam Seu Raimundo Rabequeiro (Paracuru-CE), o alaudista Lucas Barreto (Fortaleza-CE) e o Grupo Uirapuru – Orquestra de Barro (Cascavel-CE). No dia 14, também começando às 19h, é a vez da Orquestra Vidros Mágicos (Fortaleza-CE) e de Fábio Kidesh   tocando sitar indiana e Pedro Léo na tabla. Fábio Kidesh é baiano radicado em São Paulo, estudioso da música indiana e discípulo de Indrajit Banerjee, sua sonoridade na sitar reprodução as músicas clássicas indianas principalmente da região do norte da Índia. Esse músico pode ser considerado um dos maiores sitaristas e será a primeira vez que vem a Fortaleza.

O  Festival  Fortaleza Instrumental em sua concepção  prioriza em suas edições timbres  específicos e naipes de instrumentos e nesse sentido já se dedicou as cordas (1ª edição), Teclados (2ª edição), Sopros (3ª edição) e Percussão (4ª edição) contando com grandes expoentes da música instrumental do Brasil e do estado do Ceará, tais como: Toninho Horta, Wagner Tiso, Marcus Lobo, Marcus Suzano, Nonato Luiz, Tony Maranhão, Márcio Rezende, Hoto Júnior, entre muitos outros.

O Festival Fortaleza Instrumental tem produção executiva de Arnóbio Santiago e foi idealizado pelo músico Pingo de Fortaleza.  “Esse festival é sempre um momento de encontro da difusão com a formação, pois todos os artistas que participam de sua programação oferecem oficinas ao público, que pode se aprofundar em temas musicais de seu interesse e esse ano se compõem de uma programação muito original e muito diversificada”, declara Pingo de Fortaleza.

O projeto tem realização da Associação Solar com apoio do Sesc-Fecomércio, do Governo do Estado do Ceará através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), por meio da Lei de Incentivo a Cultura (Lei do Mecenato).

Cearense participa de exposição de joias na Europa

Posted on Updated on

A designer cearense de joias Jussara Regás, que assina criações da Maison J.Regás e integra o grupo Mujeres Brillantes, composto por empresárias do setor joalheiro de países como Espanha, Brasil e Panamá, vai apresentar peças na feira de joalheria MadridJoya, que acontece de 12 a 16 de setembro, em Madri, na Espanha.

Jussara criou uma coleção exclusiva para o evento MadriJoya, chamada Brasilidade, que visa a valorizar os elementos tropicais brasileiros, especialmente os aspectos da nossa flora. “Pesquisei bastante os formatos e cores que têm a ver com a nossa terra. Criei um conjunto de peças formadas por colar, brincos, pulseira e anel, tendo como elemento base a referência de uma folha e aplicação de pedras brasileiras. O objetivo é valorizar lá fora o que temos de riquezas aqui em nosso país, por isso a ideia de formatos orgânicos típicos do Brasil”, explica Jussara Regás. As peças criadas pela designer cearense participarão de desfile no dia 14 de setembro, sexta-feira.

Em sua viagem à Europa, Jussara aproveita para ir à França participar, amanhã, do curso “The Engagement Ring: History, Gemology, and Know-How”, na instituição parisiense L’École Van Cleef & Arpels, especializada em joias. No curso, ela irá aprimorar os conhecimentos sobre gemologia e classificação de brilhantes.

Criada exclusivamente para a exposição na Feira MadridJoya, Brasilidade conta com um colar de prata banhado a ouro, em formato de folhagem, com a aplicação de pedras brasileiras de diversas cores, como citrinos, praziolitas e peridotos. Constam também brincos e anel de ouro, com formato semelhante ao colar. Para dar um toque mais brasileiro, Jussara criou um bracelete de madeira com uma aplicação de ouro, que contém os mesmos tipos de pedras do colar, expressando toda a riqueza da flora brasileira, trazendo na madeira a sua representatividade, além das cores e formas que remetem às espécies de plantas nativas do Brasil.

O grupo Mujeres Brillantes foi criado em 2016, na Cidade do Panamá, por empresárias do setor joalheiro. Trata-se de uma associação internacional que tem o objetivo de unir mulheres empreendedoras da área para compartilhamento de conhecimento, apoio e informações sobre o mercado de joias. O grupo conta com representantes de países como Brasil, Espanha e Panamá e tem parcerias com escolas de Joalheria, Institutos e Empresas Privadas.

Senai faz curso sobre Indústria 4.0

Posted on Updated on

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) está ofertando o curso gratuito Desvendando a Indústria 4.0, de 20h, online. A oferta faz parte de uma série de ações da instituição para apoiar a indústria brasileira a desenvolver processos mais ágeis, que representam maior produtividade, que, por sua vez, reflete-se em maior investimento e mais empregos. O curso permitirá entender conceitos, oportunidades e riscos do que tem sido chamado de quarta revolução industrial.

Indústria 4.0 é o termo que define o uso de tecnologias digitais nos processos produtivos desde o desenvolvimento até o uso. É a nova fronteira da produção industrial e tornará a forma como se produz hoje obsoleta. Neste modelo, tecnologias ganham maior integração e há uma fusão entre os mundos físico e virtual, criando sistemas chamados ciberfísicos. A principal diferença em relação às demais revoluções industriais está na velocidade das transformações produzidas pela digitalização.

As principais tecnologias envolvidas são: internet das coisas, robótica avançada, impressão 3D, manufatura híbrida, big data, computação em nuvem, inteligência artificial e sistemas de simulação virtual. A combinação entre as tecnologias abre um leque inédito de possibilidades, novos negócios e solução de antigos problemas, como acesso remoto à saúde, cidades inteligentes, mobilidade urbana, geração de energia a partir de novas fontes, entre outros.

As inscrições podem ser feitas aqui.

Google faz curso em Fortaleza

Posted on Updated on

Após passar por quatro capitais do Nordeste e Brasília, o Google chega a Fortaleza com o programa Cresça com o Google, iniciativa gratuita que oferece treinamentos e ferramentas para capacitação em habilidades digitais. Os cursos serão realizados amanhã de depois (11 e 12 de setembro), no Centro de Eventos do Ceará.

O Cresça com o Google tem como objetivo ajudar profissionais e estudantes a acessar da melhor maneira o conteúdo e as ferramentas do Google para aprimorar habilidades, carreiras e negócios, auxiliando o público a se manter atualizado e preparado para o mercado de trabalho. Em um piloto em 2017, foram treinadas mais de cinco mil pessoas em Salvador e Recife. A iniciativa capacitou 18 mil pessoas no primeiro semestre de 2018 e a expectativa é treinar 40 mil pessoas até o final do ano.

A novidade para as capitais contempladas no segundo semestre é o curso Ferramentas Google para Jornalistas. O treinamento promete acelerar e facilitar o fluxo de trabalho, enriquecendo as reportagens ao apresentar aos profissionais como o Google pode ajudá-los na hora de apurar pautas, visualizar dados geográficos e verificar imagens.

Além dos treinamentos de marketing digital focados em quem quer empreender, mudar de carreira ou aprimorar seus negócios, o Programa de Desenvolvimento para Mulheres propõe a inclusão delas no meio profissional ao ensinar sobre liderança feminina e técnicas de negociação. Já a formação para professores, abordará temas como segurança on-line, cidadania digital, dicas sobre como utilizar o YouTube EDU e a plataforma Google for Education em sala de aula, ferramentas que facilitam a rotina dos educadores.

O primeiro dia do evento (11) oferece, além do treinamento para jornalistas no período vespertino, o Programa de Desenvolvimento para Mulheres pela manhã e o Treinamento Digital para Professores pela noite. Já no dia seguinte (12), os fortalezenses contarão com duas turmas do treinamento de Marketing Digital, uma pela manhã (8h às 12h) e outra no período noturno (18h às 22h).

As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser feitas pelo site do programa. Cada uma das sessões de Fortaleza tem capacidade para 3 mil pessoas.

Veja abaixo mais detalhes dos cursos:

Womenwill (Programa de Desenvolvimento para Mulheres)

Capacitação para o desenvolvimento pessoal e profissional das mulheres, com temas como liderança feminina, técnicas de negociação, finanças pessoais, ferramentas e soluções digitais do Google.

Ferramentas Google para Jornalistas

Capacitação para jornalistas e alunos de graduação cursando Comunicação Social com dicas para enriquecer as reportagens e acelerar o fluxo de trabalho utilizando as ferramentas do Google. Serão abordados temas como busca avançada para apurar pautas, Google Maps para visualização de dados geográficos, busca reversa para verificação de imagens, entre outros.

Treinamento Digital para Professores

Curso para professores e educadores sobre segurança on-line e cidadania digital, com sugestões de atividades para aplicação dos conceitos em salas de aula. O uso do YouTube EDU e da plataforma Google for Education como suporte didático em sala de aula e também serão abordados.

Treinamento de Marketing Digital

Em um mundo digital, o mercado de trabalho muda muito rápido. Para “sobreviver” é necessário se manter atualizado. No treinamento serão abordados conceitos básicos de marketing digital incluindo temas como estratégia, websites, links patrocinados, mídias sociais, ferramentas e soluções digitais do Google.

BNB seleciona empresas para coworking em Fortaleza (CE) e Salvador (BA)

Posted on Updated on

O Banco do Nordeste selecionará 14 startups para compartilharem os espaços Coworking Hubine em Fortaleza (CE) e em Salvador (BA). O Banco receberá as inscrições das empresas interessadas até 20 de setembro.

Dez empresas serão selecionadas para atuação no Hub Salvador e mais quatro poderão usufruir da estrutura do Hub Inovação Nordeste (Hubine), em Fortaleza. O Coworking Hubine é um ambiente de colaboração, pensado para o trabalho autônomo e favorecimento de networking com pessoas de diferentes áreas da inovação.

Entre as vantagens, as startups selecionadas terão estrutura sem os custos de manutenção, com acesso a espaços para reuniões, evento e recepção de clientes, internet e capacitações.

A startups deverão apresentar soluções relacionadas a um dos temas: agronegócios, cidades sustentáveis, concessão, administração e recuperação de crédito, economia criativa, educação – edtechs, energias renováveis, espaços inteligentes, finanças – fintechs, microfinanças e inclusão financeira para microempreendedores, negócios de impacto social, saúde – healthtech e serviços e processos de gestão para micro e pequenas empresas.

Para submissão das propostas, podem ser utilizadas as seguintes tecnologias: big data, biotecnologia, blockchain, inteligência artificial, internet das coisas, fotônica, plataformas de marketplace tradicionais e de comércio justo e tecnologias da informação e comunicação.

O modelo de negócio inscrito deve ser aplicável na área de atuação do Banco do Nordeste, que inclui os Estados ordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. As startups devem ter pelo menos seis meses de atividades. As propostas podem ser submetidas pelo site www.bnb.gov.br/hubine/editais. O resultado da seleção será conhecido no dia 28 de setembro.

O Coworking Hubine Salvador começa a funcionar ainda em setembro. O espaço em Fortaleza já atua desde dezembro de 2017, abrigando atualmente oito startups.

BNB inaugura novas instalações da unidade Aldeota, em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

Os clientes da agência Fortaleza Aldeota, do Banco do Nordeste, serão atendidos em novo espaço a partir de amanhã (segunda-feira, dia 10.9). A unidade continua na avenida Santos Dumont, mas agora no número 2.287, na esquina com a rua José Vilar. 

A unidade atua nos segmentos de micro e pequenas empresas, empresarial, governo e pessoa física. O gerente da agência, André Bernard Lima, destaca que a mudança de endereço foi pensada para proporcionar atendimento aos clientes com mais conforto e comodidade.

O Banco do Nordeste tem 45 agências no Estado do Ceará, sete delas na capital. Até o mês de agosto, o BNB aplicou cerca de R$ 2,5 bilhões na economia do Estado, distribuídos em mais de 72 mil operações de crédito.

Mudanças na economia deverão ser feitas em apenas dois anos

Posted on Updated on

Da Agência Senado:

O próximo governo terá até dois anos para fazer mudanças estruturais na economia, evitando a paralisação da máquina pública. O cálculo é da Instituição Fiscal Independente do Senado, que publicou um novo relatório em agosto. De acordo com o diretor da IFI, Felipe Salto, vai ser mais difícil promover o ajuste fiscal a partir do ano que vem pelo lado das receitas por conta da desaceleração no crescimento do PIB.

Mais informações no áudio neste link.