Brasil

#CiroGomes e a disputa em 2018

Posted on Updated on

Do jornal Valor Econômico:

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), pré-candidato à presidência, disse nesta quinta-feira (14) que é “quem mais torce” pela continuidade da Operação Lava-Jato da Polícia Federal. Ele afirmou que não se surpreendeu com o depoimento do ex-ministro Antônio Palocci, implicando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Sou o cara que mais torce [para a Lava-Jato], porque aí só fica eu [entre as figuras do cenário político não citadas nas investigações]”, disse, após participar de palestra na Fundação Getúlio Vargas (FGV), ao ser questionado sobre sua postura crítica à operação.

Ciro Gomes disse que “tem horror” à “República do dedo duro que o Brasil está se transformando”, em referência às delações premiadas, mas que o depoimento de Palocci invalida o discurso de perseguição política adotado por Lula.

A íntegra da matéria está aqui.

Safra agrícola movimenta R$ 25 bilhões em créditos bancários

Posted on

Da Agência Brasil:

Nos dois primeiros meses da safra agrícola 2017/2018, os médios e grandes agricultores contrataram R$ 25 bilhões em crédito bancário. O valor representa que foram aplicados, de julho a agosto, cerca de 13% do total de recursos disponibilizados para o financiamento agropecuário, que é de R$ 188,4 bilhões. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 29% no valor.

Os dados foram divulgados hoje pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. As instituições financeiras liberaram 132.422 contratos de financiamento envolvendo crédito de custeio, comercialização e investimento. O desembolso nas operações de custeio e de comercialização atingiu R$ 20,7 bilhões, o que representa uma alta de 29% sobre igual período de 2016. As contratações de investimentos chegaram a R$ 4,4 bilhão, com crescimento de 30%.

A íntegra está aqui.

O caminho da China

Posted on Updated on

O governador Camilo Santana viaja neste fim de semana para a China. Vai tentar captar investimentos para o Estado, segundo ele mesmo anunciou. Na bagagem, Camilo leva informações sobre o Complexo Portuário e Industrial do Porto do Pecém (CIPP), em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. “Estamos na luta para trazer a refinaria. O sonho da siderúrgica já virou realidade, gerando 18 mil empregos (diretos e indiretos). Agora, temos uma grande parceria com uma empresa chinesa que está interessada, e devemos assinar um Memorando de Entendimento com o Banco de Desenvolvimento Chinês, que pode financiar esse empreendimento privado de US$ 4,5 bilhões no Pecém”, disse o governador em bate-papo com internautas no Facebook.

Abaixo, informações do Governo do Ceará:

Durante a transmissão, o governador comemorou a alta de 2,17% no Produto Interno Bruto (PIB) cearense registrado no segundo trimestre deste ano. O dado, divulgado na manhã desta terça-feira (12), é bem superior ao índice nacional, de 0,3%. “Esse crescimento de 2,17%, bem acima do País, mostra a recuperação da economia cearense. Gostaria de parabenizar a indústria, o setor agropecuário e todos os investidores”, citou. O secretário do Planejamento, Maia Júnior, participou da transmissão para comentar o tema.

Educação

O governador anunciou, ainda, uma grande novidade para a educação. Um total de 1.783 alunos, em 689 escolas de Ensino Médio, ganharão bolsa de monitores de laboratórios de Informática no valor de R$ 200. “Com essa ação, nossos estudantes estão aprendendo uma profissão e recebendo uma quantia em dinheiro por cinco meses. Estamos investindo quase R$ 2 milhões para beneficiar e dar oportunidade para esses jovens”, disse Camilo Santana.

Ele também informou que, na quinta-feira (14), no pátio da Secretaria da Educação (Seduc), o Governo do Ceará entregará os kits dos materiais Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin). “Cada kit é composto por brinquedo, instrumentos musicais, materiais esportivos e livros de literatura infantil. Serão entregues para os 34 municípios que participam do programa. São 2.800 famílias beneficiadas, um investimento de quase R$ 1 milhão”.

Leia mais aqui.

Ceará já exportou US$ 1,29 bilhão em 2017

Posted on

Da Federação das Indústrias do Ceará:

As exportações cearenses alcançaram no acumulado de 2017 a cifra de US$ 1,29 bilhão – alta de 87,4% quando comparado ao mesmo período de 2016. Já as importações atingiram US$ 1,53 bilhão – queda de 46,1%. O resultado final de tais trocas comerciais resultou em déficit de US$ 245 milhões na balança cearense dos primeiros oito meses de 2017. Apesar de negativo, o valor representa uma evolução em 88,6% em relação a 2016, quando o Estado acumulou déficit superior a US$ 2,1 bilhões de janeiro a agosto.

Os dados fazem parte do estudo Ceará em Comex, produzido pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC avaliando o desempenho do mês de agosto. Segundo o levantamento, o resultado do oitavo mês do ano é o quinto melhor em termos de valores (US$ 156,5 milhões) – apesar da queda de 4,0% sobre julho. Mesmo com a retração, o desempenho do mês é de 24% superior no comparativo com agosto de 2016, quando se exportou US$ 126,3 milhões. Trata-se do décimo terceiro mês consecutivo em que o Estado registra aumento quando comparado com 2016.

Em relação às importações, o estudo mostra um aumento de 1,5% de agosto sobre julho. Foi o mês com o segundo maior montante de 2017, com US$ 212,7 milhões, atrás apenas dos US$ 251,9 milhões registrados em março. O crescimento é ainda mais expressivo se analisado com base no mesmo mês do ano passado, com variação de 70%. Como resultado dessas movimentações, a balança comercial cearense registrou um déficit de US$ 56,2 milhões no mês de agosto.

Os resultados das trocas comerciais do Estado influenciaram diretamente nas participações das exportações e importações cearenses na balança comercial do Nordeste no acumulado do ano (Gráfico 2), onde o peso das vendas externas do Ceará avançou de 8,35% (em 2016) para 11,66% (em 2017), e das compras do exterior passou de 22,32% (ano passado) para 11,79% (atual). Em relação à participação na balança comercial do Brasil (Gráfico 3), as vendas externas do Estado apresentaram alta, de 0,55% para 0,88%. Em contrapartida, a participação das compras do exterior regrediu de 3,11% para 1,56%.

Ceará: economia consolida crescimento

Posted on Updated on

Do Governo do Ceará:

A economia cearense consolida a tendência de crescimento e registra alta de 2,17% no Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre deste ano. O dado, divulgado na manhã desta terça-feira (12) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), é bem superior ao índice nacional, de 0,3%. Em comparação ao primeiro trimestre deste ano, o crescimento do Ceará foi de 1,33%, enquanto o do País ficou em 0,2%.

“Esse crescimento de 2,17%, bem acima do País, mostra a recuperação da economia cearense. Gostaria de parabenizar a indústria, o setor agropecuário, todos os investidores, e dizer que o Ceará é o primeiro em volume de investimentos, em equilíbrio fiscal, em transparência e em educação. E tudo isso impacta diretamente a vida das pessoas, com a geração de emprego, renda”, comemorou o governador Camilo Santana, durante a transmissão ao vivo pelo Facebook no início desta tarde.

O texto completo está neste link.

Gestão hídrica em debate

Posted on Updated on

O Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, abriga nesta segunda-feira, a partir das 19 horas, o “Encontro Regional Nordeste: Gestão Participativa e Social da Água”. O encontro é preparatório para o VIII Fórum Mundial da Água, que será promovido em 2018, em Brasília.

No evento, será analisada a participação social e compartilhada na gestão das águas, tratando de tecnologias locais aplicadas no País.

A pauta envolve algumas das principais autoridades em Recursos Hídricos do Nordeste, além de representantes de entidades civis relacionadas ao tema.

O Encontro Regional Nordeste é  realizado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), e da Rede Brasil de Organismo de Bacias Hidrográficas (Rebob), com apoio da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos – Cogerh.

TRE do Ceará e faculdades privadas assinam convênio

Posted on Updated on

A Justiça Eleitoral cearense e as Faculdades Fametro e Fatec firmam hoje, às 17 horas, termo de cooperação para captação de mesários voluntários para as eleições 2018. O documento será assinado na Sala de Sessões do Tribunal Regional do Ceará, pela presidente, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, e os professores Antônio Colaço Martins Filho e Lourenço Rodrigues Damata Filho, representantes das faculdades.

O convênio tem base no Programa de Valorização do Mesário. A finalidade é a Justiça Eleitoral e as faculdades incentivarem os universitários, de forma voluntária, a participarem do processo eleitoral. As horas trabalhadas para a Justiça Eleitoral serão convertidas em horas de atividades extracurriculares/complementares necessárias para a obtenção do diploma de graduação. 

As faculdades deverão reconhecer a prestação de serviço à Justiça Eleitoral, pelos membros da mesa receptora de votos, como atividade complementar/extracurricular, equivalente a 4 horas, referente ao treinamento de mesários, e a 12 horas, em razão das atividades desenvolvidas para a realização de cada turno.

Os créditos serão absorvidos na eliminação de carga horária complementar/extracurricular obrigatória da grade curricular. A inscrição como mesário voluntário não garante a participação do aluno nas eleições. Em caso de nomeação como membro de mesa receptora de votos, o estudante receberá comunicação escrita no endereço informado.

Brasil e China estreitam laços nas áreas de ciência e tecnologia

Posted on Updated on

Com informações da Agência Brasil:

Reunião da Subcomissão de Ciência, Tecnologia & Inovação da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação, realizada esta semana no Itamaraty, em Brasília, abordou questões como a cooperação em biotecnologia e agricultura, a colaboração no desenvolvimento de nanotecnologia e a criação de novos laboratórios e plataformas conjuntas. Estados do Nordeste têm grande interesse em definiões sobre esses temas.

Na reunião, as representações do Brasil e da China trataram do monitoramento das ações planejadas e fizeram acordo para o uso de nova tecnologia de produção de biodiesel. A companhia chinesa Biostar Company vai assumir 80% das ações da usina brasileira Biopar, no Mato Grosso, que passará a se chamar New Biopar. O investimento será de R$ 880 mil.

A Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban) foi implantada em maio de 2004 e, desde então viabilizou quatro reuniões da subcomissão que trata de ciência e tecnologia. Na última, Brasil e China decidiram criar um secretariado permanente da comissão, a fim de acompanhar a execução das ações conjuntas. O secretariado terá reuniões trimestrais para fazer o acompanhamento de prazos e metas das iniciativas no nível técnico. Semestralmente, autoridades dos dois países discutirão as políticas.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil. No ano passado, o intercâmbio bilateral chegou a US$ 58,5 bilhões.

Tailândia e Ceará abrem diálogo

Posted on Updated on

O secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico do Ceará, Régis Medeiros,  se reuniu esta semana com o embaixador da Tailândia no Brasil, Surasak Suparat. Foi a primeira visita do embaixador ao Estado.

Na ocasião, Medeiros expôs políticas e projetos do Governo do Ceará em desenvolvimento econômico, destacando aspectos que promovem a internacionalização da economia cearense, como a parceria entre os Portos do Pecém e Roterdã; as políticas de incentivos fiscais  e as oportunidades de negócios em áreas estratégicas como o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP),  Zona de Processamento de Exportação (ZPE), Polo de Saúde do Eusébio, entre outros.

Régis Medeiros ressaltou ressaltou a localização estratégica do Ceará em relação aos diversos continentes do mundo.

Abaixo, informações do Governo do Ceará:

O embaixador Surasak Suparat destacou que a intenção da visita é estimular a relação comercial e oportunidades de negócios entre Ceará e Tailândia. Segundo Suparat, a Tailândia tem possibilidade de receber investimentos brasileiros em seu território em áreas como economia do futuro,  baseada em inovação tecnológica como transportes autônomos e elétricos, alimentação, economia da saúde e tecnologia da informação. O embaixador entregou ainda uma agenda de Feiras e Eventos na Tailândia, convidando formalmente o Ceará para a participação nesses espaços.

Em ritmo decrescente desde 2012, o comércio entre Brasil e Tailândia somou, em 2016, US$ 3,1 bilhões. De acordo com dados do Centro Internacional de Negócios da Fiec, atualmente, os principais produtos importados da Tailândia pelo Ceará são filamentos sintéticos ou artificiais; borracha e suas obras; fibras sintéticas ou artificiais, descontínuas; veículos automóveis, tratores, ciclos e outros veículos terrestres.; outros produtos de origem animal, não especificados; máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; máquinas, aparelhos e materiais elétricos; produtos farmacêuticos; resíduos das indústrias alimentares; alimentos preparados para animais; sementes e frutos oleaginosos; plantas industriais ou medicinais; palhas e forragens.

Já o Ceará exporta para a Tailândia ferro fundido, ferro e aço; calçados, polainas e artefatos semelhantes; peixes e crustáceos, moluscos e outros invertebrados aquáticos; obras de couro; artigos de viagem, bolsas e artefatos semelhantes; cera de carnaúba, gorduras e óleos animais ou vegetais; plásticos e suas obras; produtos farmacêuticos; livros, jornais, gravuras e outros produtos das indústrias gráficas; peles, exceto as peles com pelo, e couros; vestuário e seus acessórios, exceto de malha.

Censo agropecuário de 2017: coleta de dados começa em outubro

Posted on Updated on

Começa em 1º de outubro próximo a coleta de dados do 10º Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Durante cinco meses, os recenseadores visitarão mais de 5,2 milhões de estabelecimentos agropecuários no Brasil.

Vão ser levantadas informações sobre área, produção, pessoal ocupado, uso de agrotóxicos e agricultura familiar, entre outros temas. Os resultados do Censo Agro 2017 devem começar a ser divulgados pelo IBGE em 2018.

E o IBGE divulgou o resultado do segundo processo seletivo para o Censo Agropecuário de 2017. A consulta é possível no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), neste link.

Mais de 170 mil pessoas no Brasil todo concorreram às 24.984 vagas temporárias para Agentes Censitários Municipais e Agentes Censitários Supervisores (duas funções de nível médio) e Recenseadores (nível fundamental).

Abaixo, informações do IBGE:

Os Agentes Censitários começarão a ser convocados imediatamente pelo IBGE. No caso dos Recenseadores, é preciso que eles façam a consulta individual no site da FGV para conhecer o dia, o horário e o local de apresentação para o treinamento, que terá ajuda de custo (transporte e alimentação). Somente serão convocados os Recenseadores que obtiverem um mínimo de 40% de acertos na avaliação que será realizada após o treinamento, conforme previsto em edital. O acompanhamento do processo também poderá ser feito pelo hotsite do Censo Agro 2017.

A jornada de trabalho dos Agentes Censitários Municipais e Supervisores será de 40 horas semanais. Além das remunerações mensais específicas, ambas as funções terão direito a auxílio alimentação, férias e 13º salário proporcionais.

Já os Recenseadores terão jornadas flexíveis e serão remunerados por produção, segundo a região em que estiverem atuando e o número de estabelecimentos agropecuários recenseados.

A íntegra está aqui.