Brasil

DFB Festival e Ceará Fashion Trade (CFT) se unem para reforçar moda cearense

Posted on Updated on

Uma cadeia produtiva mostra-se sólida quando todos os seus elos estão fortalecidos e trabalham em união. A indústria da moda cearense entra 2019 com grandes expectativas de gerar bons negócios e de ampliar sua participação no PIB estadual e no mercado nacional. Os setores têxtil, de confecções, de calçados e aviamentos ampliaram suas parcerias estratégicas para reforçar a qualidade do produto feito no Ceará.

Neste mesmo movimento de valorização da força criativa da indústria da moda cearense, o DFB Festival, maior evento de moda autoral da América Latina, que chega em 2019 à sua 20ª edição, e a Ceará Fashion Trade (CFT), feira setorial da moda que vem se consolidando no calendário do Estado, unem forças para promover uma semana inteira de atividades, com foco em negócios e em tendências, unindo indústria e criação.

O grande encontro da indústria da moda do Ceará contará com uma programação integrada do DFB Festival e da Ceará Fashion Trade, contemplando todos os elos da cadeia têxtil, desde a matéria-prima, o beneficiamento e a confecção, até a formação e o comércio. A proposta é fortalecer todos os setores envolvidos e valorizar o protagonismo da moda à frente do desenvolvimento econômico do Ceará.

SOBRE O DFB – Maior e mais relevante encontro da moda autoral da América Latina, o DFB Festival é destaque entre as principais fashion weeks do mundo, consagrando-se também pela extensa programação multicultural. Unindo moda à cultura, à música, à gastronomia, à formação e ao empreendedorismo e a todos os princípios da economia circular e criativa, o DFB Festival se supera em público e programação ano após ano. Na edição comemorativa de 20 anos, que será realizada de 15 a 18 de maio, no Aterro da Praia de Iracema, o evento vem com muitas novidades e programação que promete surpreender e encantar o público. Idealizado por Cláudio Silveira, o DFB Festival é realizado pela Equipe de Produção.

SOBRE A CFT – A Ceará Fashion Trade (CFT) está em sua quarta edição e promove um ambiente de interação com base em negócios positivos para as empresas expositoras e os compradores nacionais e internacionais presentes. Apresentado pelo Sistema FIEC e pelo Sebrae/Ceará e realizado em parceria pelos sindicatos industriais da moda no Ceará – Sindroupas, Sindconfecções e Sinditêxtil, a CFT reunirá pequenas, médias e grandes empresas confeccionistas do Ceará com atuação em atacado nas modalidades de pedido futuro, pronta entrega e private label. A promoção é da Ikone Eventos e do DFB Festival.

Marcada para os dias 14 a 16 de maio, no Centro de Eventos do Ceará, a CFT 2019 contará com 80 marcas expositoras que apresentarão seus produtos e estarão abertas para encontros de negócios com compradores, representantes comerciais, corretores e profissionais de estilismo, marketing, gestores de moda e imprensa especializada e influenciadores digitais. As empresas cearenses ocuparão os 140 estandes da feira com o mais completo mix de segmentos, indo da moda feminina, masculina e infantil à lingerie e moda praia; da moda plus size às roupas de dormir; da moda fitness ao setor de bolsas, calçados e acessórios e aviamentos.

Campanha de ‘sextortion’ já resultou em cerca de US$ 500 mil para criminosos

Posted on Updated on

A Tempest, empresa de segurança digital, identificou a uma campanha de “sextortion” que já resultou em cerca de US$ 500 mil aos cibercriminosos. Tentativas de extorsão por e-mail são bastante comuns e, entre os golpes mais frequentes, e com grande destaque na imprensa, estão aqueles com ameaças à dignidade da pessoa, expondo um suposto comportamento sexual moralmente inaceitável. Daí vem o nome da prática que ficou conhecida como “sextortion”.

Conceitualmente, o golpe é simples: ele se baseia em um e-mail dizendo que o computador ou a caixa de e-mail da vítima teria sido invadida e que ela precisa pagar uma quantia em Bitcoin, caso contrário, seus dados seriam vazados. Até aqui, a abordagem é comum à maioria dos casos envolvendo extorsão, porém, estas campanhas utilizam algumas técnicas de engenharia social para dar maior credibilidade e para forçar a vítima a pagar a extorsão.

Em primeiro lugar, o atacante altera o cabeçalho da mensagem para que os campos “De” e “Para” sejam os mesmos, dando a impressão que o criminoso tem realmente acesso ao e-mail da vítima. Além disso, algumas destas campanhas utilizam as senhas comprometidas em grandes vazamentos. Considerando que o hábito de reutilizar senhas em vários sites ainda seja uma prática recorrente — apesar dos alertas para que isso não seja praticado — o golpe se torna ainda mais convincente.

Em outra técnica de engenharia social o criminoso sugere que teria invadido o roteador da vítima e que teria obtido informações sobre sites adultos que a vítima acessou, além de realizar captura de telas e de fotos da vítima em momentos embaraçosos usando a webcam do computador.

O criminoso também afirma que inicialmente teria a intenção de bloquear o computador e exigir um resgate para desbloqueá-lo, mas que teria ficado “chocado” com o comportamento online da vítima, o que o levou a realizar a extorsão. Finalmente, e mais uma vez sem apresentar qualquer prova, afirma que coletou imagens dos sites visitados e capturado imagens da vítima no momento do acesso a esses sites.

A Tempest identificou, nos honeypots, diversos e-mails destas campanhas vindos de 157 IPs distintos (a maioria pertencentes a provedores de Internet ADSL), utilizando 30 endereços distintos de bitcoin que já teriam acumulado pouco mais de 129 unidades da criptomoeda (equivalente a pouco cerca de US$ 500 mil em cotação de 11 de março de 2019), um retorno financeiro considerável para uma campanha deste tipo, que não depende de uma infraestrutura complexa: apenas um servidor de e-mail e uma lista de e-mails e senhas.

Novo sistema ajuda empresas a acelerarem modernização

Posted on Updated on

BMC, líder global em soluções de software que ajudam a área de TI das empresas a transformar negócios tradicionais em digitais, anuncia o lançamento do Control-M 19, uma evolução de sua solução líder de mercado em orquestração e de workflows. As novas funcionalidades do Control-M auxiliam os clientes a liberarem serviços críticos e a obterem resultados e dados rapidamente, além de simplificar workflow em várias infraestruturas.  

Os novos recursos da solução Control-M 19 incluem integrações nativas para AWS e Azure, a fim de automatizar e orquestrar serviços em nuvem, acelerar a entrega de aplicativos por meio de aprimoramentos no Control-M Automation API e orquestrar a movimentação inteligente de dados através de transferência gerenciada de arquivos. “A cada nova versão da solução Control-M, permanecemos comprometidos em ajudar nossos clientes em seus negócios digitais e em suas iniciativas de modernização”, afirma Gur Steif, presidente de automação de negócios digitais da BMC.

“O Control-M 19 baseia-se em nossa história de inovação contínua, conectando o poder da automação para acelerar a adoção   de Cloud, DevOps e Big Data, e assim alavancar os resultados de negócios”, diz Steif.   Com as novas integrações nativas para AWS e Azure – incluindo o AWS Lambda, Step Function e Batch, Azure Logic Apps e Functions – as empresas podem usar facilmente o Control-M para orquestrar workflows nas principais ofertas de PaaS no AWS, Azure e Google.

O Control-M integrados perfeitamente a workflows executados em nuvens privadas e arquiteturas híbridas.  Os novos recursos do Control-M Automation API permitem que os desenvolvedores usem uma abordagem de jobs-as-code para acelerar a colaboração entre Dev e Ops organizations, criando workflows em JSON e aplicando a mesma abordagem à configuração e segurança. 

Com base nas novas integrações nativas da nuvem, o Control-M 19 possui transferências gerenciadas de arquivos, inteligentes e orientadas por políticas, e também suporte nativo ao AWS S3 que ajudam os desenvolvedores a modernizar e automatizar os pipelines de dados em infraestruturas híbridas. As melhorias na interface Web da solução facilitam o acesso seguro aos workloads por colaboradores de diversos cargos de TI e de áreas de negócios internamente.

A ordem jurídica em desordem

Posted on Updated on

Artigo de Fernando Rizzolo, advogado, jornalista, mestre em Direitos Fundamentais e professor de Direito.

Dizem que todo vício ou mal se inicia de forma insidiosa. Tanto na medicina quanto na vida cotidiana, não nos damos conta dos processos que nos levam à habitualidade nefasta, ou, quando nos damos conta, essa consciência é tardia e possivelmente já acarretou malefícios a nosso emocional, e muitas vezes até já mudou nosso comportamento.

Assim, justifica-se que na sociedade sejam formuladas orientações básicas de comportamento, e que o Direito determine que toda ação seja precedida por uma obediência processual para que a ordem jurídica não se deturpe ou se transforme, como já mencionamos, num “insidioso” maltratar das liberdades individuais, dos direitos fundamentais e do respeito ao Estado Democrático de Direito.

O que vemos no Brasil de hoje é a desordem jurídica que há tempos contempla a vinculação das prisões muito mais sob a ótica do clamor público do que do processualismo penal na sua essência e nas suas condicionantes que visam à segurança dos cidadãos e à integridade no cumprimento da legislação.

Foi por tal motivo que um grupo seleto de advogados lançou um Manifesto pelo retorno ao Estado Democrático de Direito, uma vez que o que se observa é uma escalada contrária à boa e notável ordem jurídica, que a meu ver está sendo trocada ou interpretada politicamente para saciar a vingança leiga de olhares políticos em detrimento de nossa legislação penal.

Fica patente que, numa análise técnico-jurídica, a prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer foi realmente abusiva, em face dos requisitos necessários para justificá-la. Quem encabeça tal protesto é Celso Antonio Bandeira de Mello, contando com adesões, entre outros, de José Eduardo Cardozo e outros juristas.

Os que aplaudem a inversão do que um dia foi elaborado pelo legislador como uma segurança a todo cidadão brasileiro numa democracia, e que assistem com certa satisfação a um amontoado de prisões em sequência sem os requisitos necessários, estão, sim, de forma insidiosa, a se condicionar ao autoritarismo, ao esquecimento da democracia e ao Estado Democrático de Direito, estão, sim, da mesma forma participando de um processo em que a habitualidade nefasta de alguns membros do Judiciário poderá um dia bater sem cerimônia na casa dos inocentes, no refúgio dos pobres e de todos que, alegres, se exaltavam com as prisões sequenciais.

Muitos desprovidos da educação, ignorando a segurança da Lei e, como já mencionado acima, ao se darem conta, infelizmente poderá ser tarde demais.


Fiec recebe hoje em Portugal o Prêmio Valoris Mare 2019

Posted on Updated on

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará receberáhje (6 de abril, sábado)l, no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, em Portugal, o Prémio Valoris Mare 2019.

A outorga do Prêmio é justificada pelo presidente dos Prémios Excellens Mare, Miguel Marques, pela Fiec, “de forma pioneira a nível mundial no universo das federações de indústria, ter definido no conjunto das suas estratégias, uma rota estratégica específica para a economia do mar, que visa sinalizar caminhos de construção do futuro, num horizonte temporal até 2025. Para a implementação da rota estratégica da economia do mar foi constituída uma sólida equipa técnica, que já produziu o estudo socioeconômico que caracteriza a economia do mar do Estado do Ceará e o estudo de tendências que analisa em detalhe a evolução das indústrias do mar. De forma bastante inclusiva, envolvendo a comunidade marítima e todas as entidades relevantes, já começou a implementação no terreno da estratégia pioneira que visa gerar valor através do mar.”

O prêmio será recebido pela Fiec, representando o presidente Beto Studart, por Sampaio Filho, líder do Observatório da Indústria da Fiec. Como parte da programação em Portugal, Sampaio Filho esteve quinta-feira com Rui Pinto, diretor operacional e ex-comandante de navio/veleiro, no terminal de Cruzeiros de Lisboa, considerado o melhor e mais moderno da Europa. Gerido por nove colaboradores e com segurança terceirizada, o equipamento portuário possui design inovador icônico, destacando-se pela segurança e agilidade.

Sampaio participou ainda de almoço com Carlos Rodriguez, empreendedor com experiência internacional em construção de portos e indústria naval, com negócios concentrados na ilha da Madeira, mais precisamente na zona franca de exportações, onde sua empresa, a SDM é responsável pelo registro internacional de navios.

Gestão de alto nível no marketing e práticas de segurança

Posted on Updated on

Artigo de Marisa Travaglin, chefe de Marketing Brasil na Trend Micro.

Se alguém falasse dez anos atrás que uma empresa de segurança poderia dar dicas valiosas para o CMO moderno, poucas pessoas iriam acreditar; já hoje, as coisas mudaram muito, e não é mais viável pensar na gestão de alto nível em marketing sem levar em conta algumas práticas essenciais de segurança da informação. E existe uma boa razão para isso.

O marketing atual é fortemente dependente de dados e muito voltado para a interação, o engajamento do público e construção de reputação. Por causa disso, a quantidade de dados de terceiros que ficam sob a responsabilidade do marketing é maior do que em qualquer outro momento da história, o que dá grandes possibilidades de ações para os profissionais da área, mas também traz uma série de responsabilidades.

Por isso, sendo eu mesma uma profissional do marketing e atuando há anos na área de segurança digital, acredito que os pontos a seguir podem ser determinantes para uma gestão eficiente e segura do marketing:

Clareza na coleta de dados

Em um cenário em que dados são cruciais para a experiência do cliente, é fundamental ser criterioso logo de início, ou seja, no momento da aquisição de dados. Seja por meio de apps, sites ou produtos de sua empresa ou de parceiros diretamente ligados a ela, se houver coleta de dados pessoais do seu usuário, deve haver um aviso claro de que isso ocorrerá, dando a opção de seu usuário recusar essa coleta. Isso não só trará mais credibilidade a seu negócio como evitará potenciais problemas ligados à posse de informação não-autorizada.

 Transparência no uso de dados

Se coletar os dados com cuidado é importante, usá-los com transparência é ainda mais. Uma vez de posse dos dados, a empresa deve atuar com responsabilidade na hora de fazer uso destas informações, seja para customizar campanhas e anúncios, seja para abordar diretamente. Além disso, é indispensável que haja uma forma do cliente ser retirado integralmente da base de dados da empresa.

Adequação legal

Com o GDPR na Europa e a LGPD no Brasil, cuidado com dados de terceiros não é só uma prática ética: é uma necessidade para evitar multas pesadas. Quem ainda não está adequado às exigências não pode perder tempo em contratar um especialista para garantir que todo os procedimentos de aquisição, processamento e guarda de dados estejam em conformidade com as leis.

Segurança em vendas

Muitos CMOs também dirigem os departamentos de business development, buscando a famosa sinergia do “smarketing” (sales + marketing). Se esse é seu caso e se sua empresa tem canais de vendas digitais, não dê chance para o azar: invista em segurança em camadas para todos os ambientes, sejam eles locais, híbridos ou em nuvem. Um único caso de invasão que leve ao roubo de dados financeiros pode ser catastrófico para a empresa.

Faça do marketing um agente de segurança

O CMO tem nas mãos uma poderosa ferramenta para tornar todo o ambiente da empresa mais seguro: a comunicação. Com os desafios de segurança cada vez mais intensos, vale muito a pena fazer campanhas junto ao seu departamento de TI para conscientização de todos sobre as posturas adequadas de segurança de todos devem assumir para gerar um ambiente realmente seguro. Isso vai contribuir para a construção de um ambiente melhor para todos, e o marketing pode – e deve – ser uma peça-chave neste processo. Os desafios não param por aí, com certeza, mas quem conseguir olhar para estes itens com cuidado e colocar o máximo deles em prática, já estará mais preparado para andar na dianteira deste mercado tão dinâmico em que atuamos.

Instituto Ethos questiona Banco do Brasil sobre censura de Bolsonaro contra diversidade, medida que viola Carta de Princípios

Posted on Updated on

O Instituto Ethos enviou, na data de 26 de abril, um questionamento formal ao presidente do Banco do Brasil  a fim de avaliar se a postura do banco está em conformidade com a Carta de Princípios do Ethos, que foi assinada quando o Banco do Brasil se tornou uma empresa associada ao Ethos. Todas as empresas associadas ao Ethos firmam um compromisso com nossa Carta de Princípios. O Banco do Brasil é associado ao Ethos desde a nossa fundação, em 1998, e tem data até 10 de maio para responder.

O Instituo Ethos divulgou posicionamento institucional repudiando a retirada de campanha publicitária que promovia a diversidade (link com conteúdo completo abaixo).

No posicionamento há números importantes:

·      A pesquisa A Voz e a Vez – Diversidade no Mercado de Consumo e Empreendedorismo, estudo encomendado ao Instituto Locomotiva pelo Instituto Feira Preta, com apoio do Itaú, observou que os negros no Brasil representam 54% da população e movimentam, em renda própria, R$ 1,7 trilhão por ano. A pesquisa revela ainda que se os consumidores negros formassem um país, seria o 11º país do mundo em população, com 114,8 milhões de pessoas, e 17º país em consumo.

·      No Brasil, 9,5 milhões de pessoas se declaram LGBTI+. Por trás da sigla (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transgêneros, transexuais e intersexuais) há um mercado em potencial, que movimenta aproximadamente R$ 150 bilhões por ano, segundo a consultoria InSearch Tendências e Estudos de Mercado, o chamado “pink money” ou dinheiro rosa.

“Nesse sentido, reafirmamos nossa compreensão de que a diversidade, além de fazer bem para a sociedade, é boa para os negócios. A sociedade brasileira precisa garantir que os avanços civilizatórios alcançados ao longo da história não sofram retrocessos. O Ethos acredita que as empresas são parte fundamental para a consolidação de ambientes plurais, de visibilidade e respeito às diferenças, e com elas quer seguir nessa construção”.

Carta de Princípios do Ethos – https://www.ethos.org.br/conteudo/sobre-o-instituto/#.XMOONTDMO1u

Pequenas empresas apostam em aplicativos e plataformas para gerenciar finanças e automatizar processos

Posted on Updated on

Os avanços tecnológicos estão diminuindo a burocracia nos processos das empresas e facilitando a vida dos gestores de finanças, vendas, recursos humanos, entre outros. Com a ajuda de apps e plataformas, as PMEs conseguem recrutar um talento, alavancar vendas, gerenciar contas e até organizar as despesas corporativas dos funcionários com mais facilidade e segurança.

As chamadas, HRtechs – startups do setor de Recursos Humanos -, por exemplo, estão ganhando cada vez mais espaço entre os gestores. Uma startup que vem crescendo no segmento é o VExpenses (www.vexpenses.com) – plataforma que facilita a gestão de despesas corporativas. O sistema, desenvolvido no Brasil, organiza as despesas dos funcionários facilitando a gestão de reembolsos e prestação de contas. A plataforma, que já possui clientes por todo o país e pela América Latina, permite economia de tempo e dinheiro com a otimização do processo de prestação de contas de ponta a ponta – desde o lançamento das despesas até o levantamento de relatórios gerenciais.

Segundo Bruno Pain, Diretor Comercial do VExpenses, a tecnologia da plataforma ajuda a evitar fraudes, reduzir trabalhos manuais e gerar inteligência de negócio para os gestores. “A plataforma auxilia os profissionais que cuidam do processo de prestação de contas na empresa, economizando tempo de trabalho com atividades manuais, como conferência de despesas e criação de relatórios gerenciais. E também ajuda os colaboradores quando estão em viagens a trabalho, que podem acompanhar o processo em tempo real e assim evitam dores de cabeça com as notinhas perdidas”, explica.

Outro setor que tem investido em tecnologia é o de Direito. Um exemplo de startup que também já está consolidada no mercado é o Previdenciarista (https://previdenciarista.com/) – plataforma de conteúdo que auxilia a atualização do advogado previdenciário. O site está no ar desde 2013 e foi desenvolvido a partir dos mais de 15 anos de experiência dos seus fundadores, Renan Oliveira e Átila Abella.

O direito previdenciário ganhou bastante força no ano passado, com a crescente discussão política e econômica sobre a reforma da previdência. Em 2018, o site somou mais de 9 milhões de visualizações em sua página, o que representa crescimento de 90% em relação a 2017. “O nosso objetivo é colocar à disposição do advogado – por meio de uma assinatura mensal – conteúdos que o mantenha atualizado e que otimizem o tempo gasto em tarefas rotineiras, como a redação de uma petição, por exemplo”, explica Renan Oliveira, co-fundador do Previdenciarista. 

Caminhada por inclusão reúne hoje (6.4) pessoas com deficiência em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

Há onze anos, pessoas com deficiência de todo o Ceará se encontram na Caminhada Louis Braille, a maior iniciativa por inclusão e acessibilidade realizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), braço social do Sistema Fecomércio. A 11ª edição da Caminhada acontece no sábado, 6 de abril, em Fortaleza, no calçadão da Avenida Beira Mar. Participam cerca de 600 pessoas, integrantes de organizações da sociedade civil e do poder público, entre elas a Associação de Cegos do Estado do Ceará e o Conselho Estadual dos direitos da Pessoa com Deficiência.

A caminhada acontece em alusão ao Dia Nacional do Braille, o sistema de escrita tátil é considerado o marco inicial da acessibilidade e da inclusão, permitindo o acesso das pessoas cegas à educação, à cultura e à informação.

 “Na ponta dos dedos, a construção de uma história de independência e cidadania” é o tema da Caminhada Louis Braille 2019. Às 8h da manhã, adultos e crianças com deficiência motora, intelectual, visual, auditiva se reúnem Av. Beira Mar, nº 1680 e partem em caminhada pelo calçadão. Ao longo do percurso, artistas interagem com os participantes, que ocupam o espaço público expondo as transformações necessárias para que as pessoas com deficiência sejam, de fato, incluídas em sociedade.

Na Caminhada, são orientadas atitudes cidadãs de apoio nas ruas e estabelecimentos, como oferecer cardápio em Braille em restaurantes, ajudar na mobilidade de pessoas, informar obstáculos na via, oferecer apoio para atravessar a rua e subir no ônibus. São lembrados também os recursos de acessibilidade previstos na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, como implantação de passarelas, pisos táteis ou linhas-guia em trechos estratégicos na área urbana.

“O Sesc busca a inclusão das pessoas com deficiência em todas as áreas: Lazer, Cultura, Desenvolvimento Comunitário, Saúde, entre outras. Com a Caminhada Louis Braille, queremos lembrar para a sociedade que Sesc também trabalha na construção da autonomia dessas pessoas, queremos dar voz para que busquem sua independência, seja no direito de ir e vir em lugares públicos e também na prática de atividades físicas”,explica a Supervisora do Desenvolvimento Físico Esportivo da Unidade Sesc Fortaleza, Michelle Teixeira.

 Às 9h, o grupo retorna à quadra da Praça dos Estressados, onde o Sesc oferece serviços de saúde, educação e lazer gratuitos, como aula de alongamento, massagem, apresentação artística, oficina de orientações sobre Lei Brasileira de Inclusão e Direitos das Pessoas com Deficiência (Lei Nº 13.146), orientações de educação em saúde, estande com livros em Braille da Biblioteca Sesc Raquel de Queiroz.

Atividade física inclusiva

O Projeto SESC Ativo – Núcleo Pessoa com Deficiência (NPD), organizador  da Caminhada Louis Braille, surgiu em 2006 na Unidade Fortaleza do Sesc para promover a inclusão social para crianças, jovens e adultos com limitações motora, intelectual, visual e de demais tipos. Com aulas de natação, musculação, aerobike e treinamento funcional, os profissionais de educação física estimulam o aluno a desenvolver suascapacidades motoras e cognitivas através de atividade física e de formação esportiva, assim como a desenvolver a interação social

 Atualmente, cerca de 400 pessoas são atendidas no NPD, todos os meses são abertas novas vagas gratuitas para atividade física no Sesc Ativo – Núcleo Pessoa com Deficiência. Os candidatos passam por avaliação física e são encaminhados para uma das atividades físicas. O Núcleo têm dois espaços específicos de exercício físico para pessoas com deficiência: a Unidade Fortaleza do Sesc (Rua Clarindo de Queiroz, 1740) e a Escola dos Campeões (Rua Raimundo Nonato Alexandre, 1273A – Camurupim – Caucaia).

Algumas das exigências para ser contemplado pelo Programa Comprometimento e Gratuidade do Sesc são: ter renda familiar de até três salários mínimos, ser estudante de escola pública ou receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de apresentar laudo médico.

* Doe 1 KG de alimento para o programa Mesa Brasil SESC em troca da camisa da Caminhada Louis Braille.

* Camisas Limitadas

Instituições convidadas:

Associação dos Cegos do Estado do Ceará – ACEC

Sesc Ativo Núcleo Pessoa com Deficiência

Centro de Referência em Educação e Atendimento Especializado do Ceará – CREAECE

E.E.F Instituto dos Cegos do Ceará

Sociedade de Assistência aos Cegos – SAC

Escola Municipal Antônio Correia Lima

Recanto Psicopedagógico

Grupo Retina Ceará

Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel – Setor Braille

Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência 

Edilberto Pontes lança 19ª edição da Revista Controle e ministro Luiz Fux passa a compor Conselho Editorial

Posted on Updated on

 Durante o TCE Debate, nesta sexta-feira (5/4), o presidente Edilberto Pontes lançou a décima nona edição da Revista Controle – Doutrina e Artigos (Vol. XVI – nº 2 – Dez. 2018), nas versões digital e impressa, e divulgou que o Ministro Fux será o mais novo integrante do Conselho Editorial da publicação do TCE Ceará. 

 A Revista contém 15 artigos inéditos de 27 autores que tiveram seus trabalhos selecionados por membros do Conselho Editorial e por um seleto grupo de pareceristas. A capa desta edição traz elementos do 4º Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, cuja identidade visual, criada pelo publicitário J. Clécio Farias, da Ascom, foi inspirada na arte em couro do mestre artesão cearense Espedito Seleiro.

“Desde que assumi como Editor-Chefe, há 10 anos, a Revista adotou um caráter científico.” O periódico é registrado em portais nacionais e internacionais como, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), CAPES, Latindex, PKP/Index, Diadorim, Livre, Rede Rubi, Google Acadêmico e Editora Digital Fórum.

Parceria Fórum & IRB

 O presidente da Editora Fórum, Luís Cláudio Ferreira, participou do lançamento da Revista Controle, ocasião em que apresentou a nova interface da Biblioteca Digital, a ser lançada até o final deste ano. Aproveitou o momento para falar sobre a terceira edição da coleção IRB-Fórum: o livro “Tribunal de Contas do Século XXI”, a ser lançada no V Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, que acontecerá de 11 a 14 de novembro de 2019, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

 A edição será composta por 20 trabalhos de Conselheiros e Ministros de Tribunais de Contas, individuais ou em parcerias, resultantes de experiências e reflexões acerca de assuntos que envolvam temáticas da administração pública, preferencialmente relacionadas ao controle externo, tais como: papel e relevância dos TCs, combate à corrupção, aplicação dos recursos públicos, prestação de contas, políticas públicas, ética/compliance, auditoria, governança pública, inovação, tecnologia de informação, dentre outros.

Organizado pelo vice-presidente de Ensino, Pesquisa e Extensão do Instituto Rui Barbosa (IRB), conselheiro Edilberto Pontes, o livro será composto por trabalhados selecionados. O prazo de envio vai até o dia 31 de maio de 2019, para o e-mail: publicacoes@irbcontas.org.br. O mesmo e-mail também está disponível para dirimir dúvidas.